PLANTÃO DE NOTÍCIAS

PNDS e AGS capacitam por meio dos cursos do Senar Goiás



Até o final de 2014, o Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS) e a Associação Goiana de Suinocultores (AGS), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Goiás (Senar) Goiás, vão capacitar produtores e colaboradores de mais de 20 granjas do estado. Desde o início do ano150 produtores e colaboradores já foram qualificados.
Além da capital do estado, Goiânia, os cursos, que iniciaram em maio deste ano, beneficiarão produtores das cidades de Rio Verde, Ipameri, Abadiânia, Senador Canedo, Morrinhos, Jatai e Varjão. O objetivo da ação é promover o desenvolvimento da suinocultura no estado e desmistificar mitos a respeito da carne suína.
 De acordo com a gerente executiva da AGS, Crenilda Neves, a entidade tem focado esforços para promover a qualidade na suinocultura local. A meta é realizar 30 atividades de qualificações até agosto, incluindo os cursos do PNDS. “Queremos expandir nossas ações para abranger cada vez mais granjas em Goiás”, enfatizou a gerente executiva da AGS, Crenilda Neves.

Na Granja Margen em Varjão, cidade à 56 Km da capital, já foram ministrados 11 módulos do curso de “Aperfeiçoamento profissional em suinocultura para colaboradores de granjas” com os temas manutenção, manejo de reprodução, creche, recria e terminação. Os cursos ministrados em maio e junho capacitaram mais de 70 colaboradores. “Já estamos colocando em prática as técnicas aprendidas”, ressaltou o gerente de produção da Margen Varjão, Fábio de Santos.
 Grupo Grão Dourado
 O gerente da Granja do Grupo Grão Dourado, na cidade de Ipameri, Gilson Jade, destacou que a parceria com o PNDS, AGS e Senar é uma ótima oportunidade para formar os colaboradores e retê-los na empresa, suprindo a falta de mão-de-obra qualificada. Jader contou que só nas duas últimas semanas foram capacitados 40 funcionários nos módulos maternidade e encarregados e gerentes. “Os cursos agregam conhecimento e permitem um bom aproveitamento, pois reúnem teoria e prática sobre a suinocultura”, disse.
 A instrutora do Senar, Raquel Vieira, que ministrou os cursos explicou que os temas abordados abrangem todo o ciclo de produção de uma granja. Para a instrutora um dos grandes desafios dos produtores hoje é atrair mão-de-obra qualificada para a área rural. “Como a rotatividade no setor é muita alta, temos que sempre está capacitando os trabalhadores”, mencionou.
 A Granja Cereal, em Rio Verde, recebeu no último dia 01 de agosto o módulo Toda Granja como parte do aperfeiçoamento oferecido pelo PNDS. Na ocasião, 15 pessoas foram qualificadas. O gerente do estabelecimento Ledimilson de Souza informou que o segundo módulo, com data a marcar, será sobre creche. “Estamos com muitos problemas na creche, como animais com baixo peso”, constatou.

Segundo a médica veterinária do Senar/GO e responsável pelo PNDS em Goiás, Samantha Andrade, as capacitações do Senar mudaram a visão dos suinocultores no estado. “Cada vez mais as granjas estão qualificando os funcionários em todos os segmentos da produção. Quando o colaborador sente que a empresa investe nele, se sente mais responsável. Com isso, os resultados tem sido diminuição de desperdícios, adoção de boas práticas de manejo e mais conscientização com temas como manejo animal”, enfatizou.
“Ainda em 2011 tivemos essa iniciativa de procurar o Senar Nacional para que conseguíssemos desenvolver essa metodologia de capacitação a nível nacional. Somamos esforços e hoje o produto está disponível a todos, mas é claro que o esforço dos gestores dos estados. A AGS e o Senar Goiás estão muito empenhados e isso faz toda a diferença”, reforçou Livia Machado, coordenadora nacional do PNDS. (Fonte: ABCS/Foto: Marcus Vinícius)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas