PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Atendimento oftalmológico é o mais procurado em Goianésia


Com mais de 500 pessoas atendidas por oftalmologistas, o programa Campo Saúde passou pela cidade de Goianésia no último sábado (30) e contou com o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária (Faeg), do Sindicato Rural e da prefeitura do município. Realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) Goiás, o Campo Saúde ofereceu ainda atendimentos nas áreas de dermatologia, ginecologista, pediatria e ortopedia.

Além disso, homens com idade acima de 40 anos puderam fazer exame Preventivo ao Câncer de Próstata (PSA) e antes das 9 horas da manhã mais de 30 pacientes já haviam sido atendidos. O resultado, que fica pronto dentro de 20 dias, é enviado ao Posto de Saúde mais próximo e, em caso de apresentar alguma alteração o paciente é encaminhado a Unidade de Saúde da cidade.

Com um semblante corajoso, João Alves, fez o exame e conta que não tem medo da agulha – o PSA é feito somente com a coleta sanguínea do paciente -. Ele mora na zona rural de Goianésia e diz que a falta de especialistas na cidade torna a iniciativa muito importante. “Às vezes a gente fica horas na fila de espera para ser atendido por um médico especialista. Aqui só temos clínico geral e os casos mais graves são transferidos para Goiânia”.

Quem pôde reservar o sábado para cuidar da saúde também pôde cortar e escovar o cabelo, aferir a pressão arterial, medir a taxa de glicemia e calcular o Índice de Massa Corpórea (IMC). Além disso, educadores esportivos, cedidos pela prefeitura, fizeram a alegria das crianças, que participaram de jogos educativos.

Atendimento para toda família
Ângela Cristina também estava em busca de atendimento. Ela é manicure e levou a filha de 5 anos para se consultar com um dermatologista. O objetivo é descobrir o que está causando uma irritação na pele da pequena Sofia. “Também vou passar pelo oftalmologista. Se precisarmos aqui em Goianésia, temos que ficar pelo menos três meses na fila”.

O casal de aposentados, Mônica Maria Miranda, 83 anos, e Antônio Martins Miranda, 84 anos, também saíram de casa para se consultarem com um oftalmologista. Ela diz que não consegue mais ler um texto completo e que o óculos, feito há muito tempo, já não resolve o problema. “Aqui somos bem tratados e isso é difícil de encontrar hoje em dia”.
Ao todo, 32 crianças foram atendidas pelo pediatra, 116 pessoas pelo dermatologista e 53 mulheres pelo ginecologista. Além disso, 123 pessoas procuraram atendimento ortopédico.

Campo Saúde por todo o estado
Durante a solenidade de abertura, o superintende do Senar Goiás, Eurípedes Bassamurfo, fez questão de apresentar dados sobe o Campo Saúde, que desde 2008 atendeu mais de 460 mil pessoas durante 161 ações realizadas.

“Assim que notamos que um atendimento médico mais humano completaria os cursos de capacitação do Senar Goiás no que diz respeito à cidadania do homem da cidade e do campo, criamos o Campo Saúde”, disse o superintendente. Ao lado de Bassamurfo, também fizeram questão de elogiar a iniciativa o vice-prefeito, Robson Tavares e o presidente do Sindicato Rural, Abel Ribeiro.

Ao final da solenidade de abertura as autoridades fizeram o descerramento da placa e plantaram a muda de Ipê Amarelo, símbolo do programa.Texto: Michelle Rabelo
Foto: Fredox Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas