PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Os políticos na lista dos “fichas sujas” do TCM Águas Lindas de Goiás – ex-prefeito Geraldo Messias de Queiroz.

Para auxiliar a Justiça Eleitoral na apuração dos delitos eleitorais, O TCM/GO entregou, sábado último, ao Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE/GO), a lista de gestores públicos que tiveram as contas julgadas irregulares ou com parecer pela rejeição, nos últimos oito anos (desde 05.10.2006 a 31.05.2014). A relação vai embasar a decisão do TRE sobre a inelegibilidade ou não de cada gestor  para as eleições de outubro.
 Na lista do TCM GO constam nomes de 2.274 agentes políticos que, por “irregularidade insanável e por decisão irrecorrível” da Corte,  tiveram as contas de gestão julgadas irregulares e  as contas de governo com Parecer Prévio pela rejeição. O documento do TCM contém 124 páginas.
 LEGISLAÇÃO
 De acordo com a Lei nº 9.504, 1997 (Lei das Eleições), até o dia 5 de julho, “os Tribunais e Conselhos de Contas deverão tornar disponíveis à Justiça Eleitoral relação dos que tiveram suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável e por decisão irrecorrível do órgão competente, ressalvados os casos em que a questão estiver sendo submetida à apreciação do Poder Judiciário, ou que haja sentença judicial favorável ao interessado”.
 Diz a legislação que o responsável que tiver as contas relativas ao exercício de cargo ou função públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente, não pode se candidatar a cargo eletivo nas eleições que se realizarem nos oito anos seguintes, contados a partir da data da decisão, conforme a alínea g do inciso I do art. 1º da Lei de Inelegibilidades (Lei Complementar nº 64, de 1990). O interessado pode concorrer apenas se essa decisão tiver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário.”
 Gomide divulga nota à imprensa
 “Em relação à inclusão do nome do candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Antonio Roberto Otoni Gomide, na lista dos gestores que tiveram contas julgadas irregulares no Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM-GO), o comitê jurídico do PT-GO informa que as referidas contas de gestão referentes ao ano de 2010, se encontram com Recurso de Revisão em análise por aquela corte. Desta forma, a apreciação das contas do ano de 2010 não foi de cunho terminativo, não tendo o condão de causar a inelegibilidade.
  O Balanço Geral das contas de 2010 foi analisado e devidamente aprovado pela Câmara Municipal de Anápolis.
 De acordo com a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) compete à Câmara Municipal o julgamento das contas prestadas anualmente pelo prefeito e que essa competência não se modifica na situação em que o prefeito atua como ordenador de despesas. Vale ressaltar que a partir dessa compreensão, extrai-se que o disposto no inciso II do art. 71 da CF/1988, a que faz referência o art. 1°, I, g, da LC no 64/1990 e que define que as contas do ordenador de despesas serão julgadas pelo Tribunal de Contas, não se estende a prestação de contas de prefeitos.
 O entendimento firmado pelo TSE por ocasião do julgamento do AgR-REspe nº 174-43/PI:
 Este Tribunal firmou entendimento no sentido de que a Câmara Municipal é o órgão competente para julgar as contas do prefeito, inclusive como ordenador de despesas, e que, nesse caso, ao Tribunal de Contas cabe apenas a emissão de parecer prévio, não incidindo, portanto, a ressalva do art. 1º, I, g, da Lei Complementar nº 64/1990.
  Assim, o candidato Antonio Roberto Otoni Gomide possui todas as condições de elegibilidade.”
 (Coordenação jurídica, Edilberto Dias)
 Alguns nomes da lista do TCM-GO
 Águas Lindas de Goiás – ex-prefeito Geraldo Messias de Queiroz.
 Anápolis – Ex-interventor do município, Alcides Rodrigues Filho e os ex-prefeitos Antônio Gomide, Ernani de Paula e Pedro Sahium, ex-presidentes da Câmara Municipal, José Caixeta e Sírio Miguel Silva.
 Aparecida de Goiânia – Ex-prefeito José Macedo e os ex-presidentes da Câmara Municipal, Aldivo Pereira de Araújo e João Antônio Borges.
 Catalão – Ex-prefeitos Adib Elias e Velomar Rios.
 Ceres – Ex-prefeito Edmário Barbosa.
 Cristalina – Ex-prefeitos Antonino Andrade e Manoel Castro Neto.
 Formosa – Ex-prefeito Clarival de Miranda.
 Goiânia – Ex-secretários Dário Campos, Eudes Cardoso Alves, Luiz Carlos Orro Freitas, Ruy Rocha Macedo, Pedro Henrique Gonçalves, Mizair Lemes da Silva, Francisco da Silva Almeida, Clovis Granado, Lauro Sérgio Belchior, Carlos Fernando de Oliveira, Ilton Divino Martins, Márcia Pereira Carvalho, Leila Sandra Mendonça, Kleber Adorno Branquinho, Paulo Rassi, Laydes Seabra Guimaraães e Souza, Sandro Pereira Valverde, Geraldo da Silva Almeida, Walderes Loureiro, Sebastião Peixoto Moura, Josias Pedro Soares. Ex-presidente da Câmara Municipal, Wladmir Garcês Henrique. Ex-presidente da Comurg e atual secretária de Educação, Neide Aparecida da Silva. Ex-presidente da Comurg, Paulo Cézar Fornazier.
 Goiás – Ex-prefeitos Abner de Castro Curado e Márcio Ramos Caiado.
 Goiatuba – Ex-prefeito Marcelo Vercesi Coelho.
 Inhumas – Ex-prefeitos Antônio Domingos Garcia, Olício Lopes Vila Verde.
 Ipameri – Ex-prefeito Wilson Geraldo Sugai.
 Itapuranga – Ex-prefeitos Daves Soares e Silva e Tito Coelho Cardoso, Wagner Camargo Júnior.
 Jataí – Prefeito Humberto de Freitas Machado. Ex-prefeito Fernando Henrique Peres. Ex-presidentes da Câmara Municipal Ediglan da Silva Maia, Soraia Rodrigues Chaves e Gênio Eurípedes Cabral Assis.
Luziânia – Ex-prefeito Delfino Machado.
 Morrinhos – Ex-prefeito Cleumar Gomes de Freitas.
 Palmeiras de Goiás – Ex-prefeitos Alberane de Sousa Marques, Engell Santos e Ernani Lopes.
 Piracanjuba – Ex-prefeito Nadiomar Elias de Souza.
 Porangatu – Ex-prefeito José Oswaldo da Silva.
 Posse – Ex-prefeitos Paulo Roberto Marques de Souza e Stanley Sebastião Valente.
 Quirinópolis – Ex-prefeito Gilmar Alves da Silva.
 Rio Verde – Ex-prefeita Nelci Silva Spadoni. Ex-presidente da Câmara Municipal, Sebastião Lázaro Pereira.
 Trindade – Ex-prefeito Ricardo Fortunato.
 Uruaçu – Ex-prefeito Lourenço Pereira Filho.
fonte DIÁRIO DA MANHÃ
HELTON LENINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas