PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Marconi quer união de todos por Goiás e pelo Brasil

Da redação

Governador reeleito Marconi Perillo (PSDB) defende esforço conjunto das forças políticas e convida a todos para o foco no futuro, modernidade, inovação  buscando unir todas as forças políticas do Estado em prol dos goianos.
Na primeira entrevista coletiva concedida após a vitória o governador, por diversas vezes, ressaltou a importância de um trabalho conjunto entre todos os agentes políticos para que o Estado cresça ainda mais e para que a população de Goiás seja a principal beneficiada. Marconi está determinado a fazer como nas gestões anteriores, transformando este discurso em realidade.
Ele inclui a união não apenas prefeitos e parlamentares, mas também representantes da sociedade civil organizada, entidades de classe e até instituições religiosas, aos moldes do que ocorreu em seus últimos mandatos. 
Na prática, a união de forças apregoada por Marconi equivale dizer que a oposição pode e deve contribuir ao atuar de forma propositiva e sem priorizar discussões demagógicas. É fato que, nos dias atuais, a oposição pode ir muito mais além do que simplesmente contestar tudo o que é capitaneado pelo governo do Estado. Questiona-se, discute-se, debate-se e, acima de tudo, apresenta-se propostas alternativas e que possam enriquecer ainda mais um determinado projeto de lei, por exemplo. Isso sim, a despeito do papel que cabe à oposição, também significa "união de forças". 
Na entrevista coletiva, quando já se sabia que a presidente estava reeleita, Marconi foi enfático ao dizer que "jamais faltou com respeito a presidente". "Continuaremos juntos, realizando parcerias para desenvolver Goiás", acrescentou.
Isso inclui, por exemplo, obras de pavimentação asfáltica de vias urbanas, repasse de recursos para unidades de saúde municipais, além da compra de aparelhos, construção de moradias populares, duplicação e iluminação de rodovias que interligam vários municípios, reformas de escolas estaduais, entre tantas outras ações, como os programas sociais, caso do Renda Cidadã e Bolsa Universitária. No segundo turno, o número de prefeitos adversários que se integraram ao projeto de reeleição de Marconi aumentou.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas