PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Segundo o Ibope: Ônibus a R$ 1,00 ainda não virou a eleição

FREJAT APARECE COM REJEIÇÃO DE 41% NA PESQUISA DO IBOPE E RODRIGO COM 29%. É OUTRO FATOR QUE AJUDA A CONSOLIDAR A POSSÍVEL VITÓRIA DO CANDIDATO DO PSB

A pesquisa do Ibope feita esta semana coincide com uma outra, da Exata. Mostra, de forma surpreendente, que o candidato a governador Jofran Frejat (PR) ainda não conseguiu transformar em votos suficientes a sua polêmica proposta de oferecer passagem de ônibus a R$ 1,00, no primeiro dia de governo...
O Ibope disse ontem que Rodrigo Rollemberg (PSB) tem 48% das intenções de voto, contra 36% de Frejat, o que dá uma diferença de 12 pontos percentuais (é muito, a quatro dias da eleição)...
Não se sabe porque, Rollemberg tinha 52% na pesquisa do dia 13 e caiu para 48%. Mas Frejat tinha 35% e subiu apenas 36%, sem necessariamente captar os votos perdidos pelo concorrente.
Reafirmo: as pesquisas valem pela tendência revelada, não necessariamente pelos números, quase sempre discordantes. E a tendência das pesquisas divulgadas é uma boa frente a favor do PSB.
Há uma análise a fazer sobre os votos ainda indefinidos. São 11% das pessoas que afirmam votar nulo ou branco. E 5% ainda estão indecisas. Esses dois percentuais, somados, dão 16%, mais do que a diferença entre Rollemberg e Frejat.
Acontece que, na hora da votação, a tendência dos indecisos é se dividirem. Nesse caso, Rodrigo e Jofran podem crescer um pouco cada um, mantendo a tendência vista hoje.
Rollemberg surgiu esta semana com uma proposta de tom popular para se contrapor à dos ônibus. Promete colocar em prática o projeto nacional do deputado Reguffe, que retira impostos dos remédios. Nesse caso, seria uma lei só aplicada no DF, gerando benefício de até 17% no preço final dos medicamentos.
Assim, remédio x ônibus são apelos que os candidatos fazem na reta final, mas é praticamente impossível uma virada quando a diferença é de 12% nas vésperas da eleição.
Teremos, amanhã, o debate cara-a-cara na Globo, cheio de bombas de efeito imediato. Mas o certo é que a apelação de ônibus a R$ 1,00, embora muito falada em todos os meios da cidade, ainda não turbinou de forma suficiente o candidato do Arruda.
Só para fechar, Frejat aparece com rejeição de 41% na pesquisa do Ibope e Rodrigo com 29%. É outro fator que ajuda a consolidar a possível vitória do candidato do PSB.
Talvez tenhamos este ano, pela primeira vez em três décadas, uma disputa final no DF sem cara de empate, com um candidato chegando às urnas com números de vencedor.
Rollemberg não pode errar neste momento.
á disse muitas vezes que ninguém ganha eleição. O adversário é que perde,com seus erros. E como erram…
Fonte: Blog do RENATO RIELLA - 22/10/2014 -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas