PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Águas Lindas reduz casos de dengue

 Educação nas escolas ajuda a prevenir a proliferação do mosquito transmissor
 Da redação do JAL
 A prefeitura de Águas Lindas de Goiás intensifica os trabalhos no combate ao mosquito transmissor da dengue, as ocorrências da doença foram reduzidas no município. De acordo com dados da Secretaria de Saúde e Coordenação de Endemias ao assumir o número casos que chegou 5 mil no final do governo anterior foi  reduzido para 1 670 casos em 2013. Este ano, 2014, apenas 286 casos foram registrados pelo SINAN.
Para o prefeito, a redução drástica deve-se ao trabalho incansável da equipe de saúde no Plano de Contingência e Combate a Dengue, com o intuito de prevenir a disseminação do mosquito Aedes aegypti. O município já recebeu como parte do Plano:  motocicletas, caminhonete  S-10 (uma equipada com Fumacê) veículos VW Gol, Epis,  bombas  motorizadas costais e  bombas costais manuais.
“ Estes equipamentos já contribuem para a queda drástica no número de notificação da doença. No início desta Gestão foram registrados mais de cinco mil  casos suspeito somente no município. Este ano, pouco mais de duzentas notificações foram constatadas. Isso demonstra o empenho de todos nesta luta”, diz Hildo.
O trabalho deve-se também à formação de  equipes para fazem busca ativa de todos os casos suspeitos de dengue, integração das equipes do Programa Saúde da Família com os Agentes de Combate as Endemias e prática na execução das ações contidas no Plano de Contingência de Controle da Dengue.
Saúde nas escolas
O Projeto Saúde nas escolas com o tema Dengue, estimula a comunidade a participar de atividades educativas sobre a Dengue criando a responsabilização das ações no combate ao vetor, que será desenvolvido um trabalho de união entre os Agentes de Combate as Endemias, o IEC (Informação, Educação e Comunicação em Saúde). Mais de 10 mil alunos de dezenas e escolas já foram alcançados por este programa.
 Para o prefeito  “o controle da dengue na cidade de Águas Lindas de Goiás centra esforços na ação integrada entre as três áreas de sustentação: controle entomológico, controle epidemiológico e o eixo nucleador e disseminador das estratégias de controle e eliminação do Aedes aegypti, que é a Educação em Saúde Pública e Comunicação Social”. (Fotos e texto: AP)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas