PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Rodrigo Rollemberg assina documento do TCU com compromissos pela boa governança a partir de 2015

TCU: Relatório aponta que 53% dos pacientes voltam para casa sem atendimento médico
RODRIGO ROLLEMBERG ASSINOU O DOCUMENTO DO TCU COM COMPROMISSOS PELA BOA GOVERNANÇA A PARTIR DE 2015
 O TCU (Tribunal de Contas da União) enviou um relatório ao governador eleito no DF Rodrigo Rollemberg (PSB) onde aponta um verdadeiro “caos na saúde” da cidade. Segundo o documento, em 2011 – ano em que a inspeção foi feita - 53,5% dos usuários que procuraram os hospitais públicos do DF tiveram que voltar para casa sem atendimento. Na especialidade de angiologia, por exemplo, esse índice chegou a 73%. ...
 Com relação ao tempo média de espera nos hospitais públicos do DF, o tribunal aponta um número ainda mais assustador em agosto de 2010. Nas especialidades referenciadas, 81% dos pacientes aguardaram por mais de três meses para realizar uma consulta. Em 33% das especialidades, o tempo de espera superava um ano. Novamente a especialidade de angiologia foi considerado o exemplo mais grave: 58 meses de espera. Trata-se do dobro do que foi constatado em 2007.
 A situação encontrada nas consultas para odontologia não é muito diferente. No Centro de Saúde nº 1 de Santa Maria, por exemplo, da lista de 1.617 pacientes adultos, apenas 443 foram atendidos até a finalização da auditoria de 2007. Além disso, os pacientes com atendimento previsto para fevereiro de 2008 haviam entrado na fila em julho de 2004, uma espera de quatro anos para serem atendidos.
 Os resultados de exames preventivos também apresentam demora significativa: cerca de seis meses para ficarem prontos. Os realizados em agosto de 2007 só ficaram prontos em fevereiro de 2008 e os realizados a partir de setembro de 2007 ainda não haviam retornado em fevereiro de 2008. Os exames que o tribunal acompanhou eram relacionados à área de ginecologia e tinham como objetivo detectar a incidência de câncer no colo do útero.
 Em nota enviada ao R7 DF, a Secretaria de Saúde informa que as marcações das consultas são feitas de acordo com o quadro clínico do paciente e tempo de espera. Para os casos muito urgentes, o órgão garante que a espera é de no máximo 15 dias e, para os casos menos graves, de 60 a 90 dias.
 No evento promovido para entrega do documento no TCU, Rollemberg assinou um documento onde se compromete pela "boa governança" a partir de 2015 e disse que pretende trabalhar para melhorar os problemas apresentados pelo tribunal.
 — Vamos trabalhar muito para que Brasília volte a ser orgulho para todo país e exemplo de políticas ousadas e inovadoras. Sabemos das dificuldades, mas acredito que podemos fazer diferente.

Fonte: Portal R7 DF - Por - MYRCIA HESSEN - Foto: Reprodução/Facebook - 18/11/2014 -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas