PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Marconi entrega equipamentos para produtores do de Goiás

Secretário de Ciência e Tecnologia, Mauro Faiad, destaca a importância dos APLs para o desenvolvimento dos municípios goianos
Da redação do JAL
O Governo Marconi Perillo  por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectec), vai entregar, até o final deste ano, equipamentos que beneficiarão três Arranjos Produtivos Locais (APLs) da Região Norte de Goiás: de Mel, Cerâmica Vermelha e Lácteo. Os investimentos nesta fase somam R$ 2,2 milhões e beneficiam 6,9 mil trabalhadores e pequenos produtores. Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Mauro Faiad, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) coloca Goiás entre os três estados mais avançados em Arranjos Produtivos Locais.
“Os APLs são mecanismos que fortalecem vocações econômicas de municípios por meio da qualificação profissional e inovação tecnológica”, afirma.
As cidades de Porangatu, Niquelândia, Minaçu, Campinaçu e Formoso de Goiás receberão 25 tanques de resfriamento de leite que atenderão produtores ligados a cooperativas, associações, assentamentos e grupos de agricultura familiar com atuação no setor lácteo dessa região. Cada cidade receberá cinco tanques que serão destinados a grupos distintos, todos integrantes do APL Lácteo do Norte. O levantamento das necessidades foi realizado a partir de um planejamento estratégico promovido pela Gerência de Arranjos Produtivos Locais da Sectec.
O valor total investido na aquisição dos tanques é de aproximadamente R$ 700 mil. Estão sendo beneficiados 420 produtores/agricultores familiares ligados ao APL e cerca dois mil trabalhadores. Os tanques serão utilizados para a conservação do leite in natura e, dessa forma, atender às normativas sanitárias do Ministério da Agricultura. O órgão exige que o produto seja resfriado para a conservação de suas propriedades até a entrega à empresa de laticínio.
O APL de Mel, também na Região Norte, vai receber da Sectec um trailer e uma caminhonete que irão ajudar os apicultores a extrair o mel dentro dos ambientes de higiene necessários para atender as normas de mercado. O trailer e a caminhonete serão entregues à cooperativa Coopermel, que fica em Porangatu, cidade-polo do APL. A instituição foi indicada pelos apicultores por ser a principal cooperativa da região. A estrutura possibilitará o deslocamento até o local da extração, permitindo aos apicultores utilizarem os materiais e roupas adequadas para garantir a qualidade do produto. Após a extração, o produto recolhido será conduzido para a Casa do Mel, também em Porangatu, onde passará por um processo de industrialização.
 Os investimentos no trailer, caminhonete e utensílios diversos que serão utilizados para o manuseio do produto extraído são de R$ 300 mil. Os equipamentos vão beneficiar mais de 230 produtores e 800 trabalhadores. A região tem uma produção anual de 66.800 litros de mel.


Fonte: Goiás Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas