PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Marconi e José Eliton tomam posse para mais quatro anos

Foram empossados hoje de manhã, pela Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, respectivamente nos cargos de governador do Estado de Goiás e vice-governador, Marconi Perillo Ferreira Júnior e José Eliton Figueredo Júnior, reeleitos em segundo turno nas eleições do ano passado. A sessão solene teve início às 10h30 horas, presidida pelo deputado Hélio de Sousa (DEM), que fez um breve discurso de saudação aos eleitos.
 Em seguida, foi constituída uma comissão de cinco deputados para conduzir os dois ao plenário, convidando-os a prestarem o compromisso de manter, defender e cumprir as Constituições da República e a do Estado de Goiás, observar as leis, promover o bem comum e sustentar a integridade do território goiano. Cumprindo praxe legal, os empossandos entregaram ao presidente Hélio de Sousa uma declaração de bens; em seguida, prestaram o compromisso e assinaram o termo de posse, que foi lido e assinado.
 Entre a leitura dos termos de posse e o discurso inaugural, os empossados foram homenageados pelo Coral MV, que encerrou sua apresentação com Noites Goianas, do compositor goiano Joaquim Camargo, e imortalizado em disco por sua filha, a cantora Celi Camargo, falecida no ano passado. Somente o governador Marconi Perillo discursou.
 Discurso
Foi um discurso conciliatório e propositivo, a maior parte dedicada ao balanço circunstanciado das administrações anteriores de Marconi Perillo. Como expressão do desejo do governador de conciliar as forças políticas goianas, o governador Marconi convidou os ex-governadores para tomarem assento em lugar de honra na mesa diretora dos trabalhos. Comparecerem os ex-governadores Ary Valadão, Agenor Resende, Nafhtali Alves e Helenês Candido.
 A mesa foi composta ainda por várias autoridades, civis e eclesiásticas, e o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Ney Telles. Familiares também marcaram presença no evento, que foi prestigiado ainda pelos parlamentares eleitos nas últimas eleições. Dois convidados tiveram as presenças destacadas pelo governador Marconi Perillo: o deputado Federal Agripino Maia, líder da Bancada do DEM na Câmara Federal, e o economista Pérsio Arida, um dos principais formuladores dos Planos Cruzado e Real.
Ao deixar o recinto da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, o governador e o vice-governador  seguiram a pé para o Palácio das Esmeraldas, tomando a Alameda dos Buritis até à Rua 29, e dali até à Praça Cívica, para envergar a faixa de governador, cumprindo assim uma tradição que teve início nos anos de 1980.
Quarto mandato
Marconi Perillo inicia hoje o seu quarto mandato de governador. Ele foi eleito pela primeira vez em 1998, sendo reeleito em 2002. Depois de passar quatro anos pelo Senado Federal, Marconi se candidatou novamente ao governo do Estado em 2010, sendo reeleito em 2014. Quando concluir seu governo em 2018, terá passado 16 anos como chefe do executivo goiano.
Ainda não terá igualado o recorde estabelecido por Pedro Ludovico Teixeira, que governou de 1930 a 1946 e, depois, de 1950 a 1954. Com uma significativa diferença, porém: Pedro Ludovico governou como interventor federal, depois governador eleito indiretamente, e novamente como interventor federal, somando 16 anos de exercício continuo do poder. Sucedido por Coimbra Bueno, eleito governador em 1945, Pedro Ludovico retorno ao poder como governador eleito, em 1950, quando sucedeu a Coimbra Bueno. fonte Goiasagora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas