PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Pai que morreu com os 4 filhos em acidente deixou carta para a ex no DF




'Hoje será o último dia que você verá seus filhos e seu marido', diz na carta.
Vítimas estavam em carro que bateu de frente contra carreta, em Goiás.

Trecho da carta enviada pelo motorista à ex-mulher antes do acidente (Foto: Reprodução)Trecho da carta enviada pelo motorista à ex-mulher antes do acidente (Foto: Reprodução)
O motorista de 48 anos que morreu neste sábado (24) com os quatro filhos em um acidente na BR-070, em Cocalzinho de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, deixou com a ex-mulher uma carta minutos antes do acidente dizendo que ela não veria mais as crianças.
O G1 teve acesso à carta de quatro páginas. "Samara, espero que quando você estiver lendo essa carta eu e os meus filhos já estejam (sic) bem longe", diz na primeira frase. "Hoje é um grande dia, para mim e meus filhos. Estaremos buscando um lugar de paz onde não exista humilhação e covardia."
Marco Aurélio Almeida Santos foi buscar os quatro filhos - três meninos e uma menina - em Brazlândia, no Distrito Federal, na casa da família da ex-mulher na manhã deste sábado (24). Ele costumava pegar as crianças aos finais de semana para passear.
Minutos depois de saírem da casa, o carro em que os cinco estavam colidiu frontalmente contra uma carreta. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Santos tentou fazer uma ultrapassagem, mas acabou batendo no veículo de carga. O carro ficou destruído. Todos os ocupantes do veículo morreram no local. O Corpo de Bombeiros teve que remover o capô do carro para retirar as vítimas. O motorista da carreta teve ferimentos leves.
Na última frase da carta entregue à ex-mulher, ele se despede. "Hoje 24-01-2015 será o último dia que você verá seus filhos e seu marido", afirma na quarta página. "Pode ficar com a casa em Vicente Pires e retornar a sua vida, mas com meus filhos você não viverá essa pouca vergonha."
Na delegacia de Águas Lindas, o acidente foi registrado como quatro homicídios e um suicídio. Segundo o delegado Renato Sampaio, há indícios de que não se trata de um acidente, "já que a carta tem um tom de despedida", mas as investigações continuam. De acordo com o delegado, o motorista do automóvel se separou há pouco tempo da mãe das crianças. A mulher afirmou na delegacia que não leu a carta imediatamente depois que ela foi entregue. Quando começou a ler a carta, Santos já tinha saído com as crianças.
   O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Águas Lindas de Goiás, que é responsável por apurar crimes na região onde o acidente aconteceu. No entanto, na segunda-feira (26) a investigação será transferida para a Delegacia de Homicídios do município.
O motorista da carreta não havia sido ouvido até o fim da tarde deste domingo. Fonte Kamilla Hippertt e Isabella Calzolari Da TV Globo e do G1 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas