PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Estão abertas as inscrições para o Projeto Cegonha


 da redação 
Estão abertas as inscrições para o Projeto Cegonha que visa atender, através de informações básicas, às mulheres gestantes, sejam elas mães pela primeira vez ou não. O projeto é coordenado pelas assistentes sociais do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Setor 11, em Águas Lindas. 


O Projeto Cegonha nasceu no início do mandato do atual prefeito, Hildo do Candango, e já está na sua sexta edição. Voltado exclusivamente para às gestantes, explica uma das professoras do projeto, Lúcia Félix, o projeto busca ensinar as mães como fazer, de início, o que eles chamam de “kit para gestante”, que é uma cesta decorada de ornamentos e mais acompanhada de um ‘porta frauda’, uma ‘farmacinha guarda-remédio’, um ‘porta cotonete’ e um ‘porta algodão’. Todos esses materiais são produzidos pelas próprias gestantes, que, com material reciclável, fabricam os objetos. Todo material utilizado para confeccionar os kit’s são doados pelo próprio CRAS.
Esta edição do projeto começou na última quinta-feira, 26, e terá duração de dois meses. Todas as aulas acontecerão nas próprias instalações do CRAS  do Setor 11, e, além de se capacitar como artesã dessas das cestas, as gestantes poderão aprender mais sobre os riscos e benefícios de uma gravidez. “Todas as mães que participam do projeto recebem capacitação de como se cuidar durante a gravidez e depois, logo nos primeiros meses de vido do recém-nascido”, destaca Lúcia Félix. Junto a essa capacitação mencionada por Lúcia, está incluída a sondagem sobre o Cadastro Único – saber se a mãe é ou não cadastrada –, se existe alguma carência – tanto monetária, quanto física ou psicológica –, e palestras com especialistas, como advogados, ginecologistas, entre outros. As palestras, afirmam as coordenadoras do projeto, são para as mães e os pais. Também para as mães que participam são oferecidos acompanhamentos para saber como está a situação da mãe e de sua família. Neste sentido é observado quantos filhos a gestante já possui, se eles estão matriculados na escola e, caso precise, avaliam se é necessário a mãe passar pela cirurgia de laqueadura.
Segundo a coordenadora Cida Freitas, depois de produzidos os kit para gestantes podem ser vendidos no mercado pelos valores que variam de R$ 30 a R$ 70. “Vai depender da criação, da imaginação da artesã. Mas é um material bastante procurado, por isto, sempre tem saída”, afirma Cida. As mães também aprendem a fazer um “enfeite” de colocar na porta dos quartos, que também é feito com material reciclável.
“O que as mães aprendem aqui, serve para elas darem inicia, se quiserem, a uma profissão. Muitas são daqui capacitadas e já começam a trabalhar em casa por conta própria. Isto é muito bom a elas pois dá independência as mães durante esse período que é tão especial, mas difícil ao mesmo tempo”, comenta a professora Lúcia Félix.
Outros cursos
Junto com o Projeto Cegonha outros cursos são ofertados no CRAS localizado no Setor 11, como é o caso dos cursos de manicure (voltado para maiores de 18 anos), pintura em tecido, cabeleireiro (voltado para maiores de 18 anos), costura e modelagem e bisqui. Todos os cursos tem duração de seis meses e após o término todos os alunos recebem certificados.
A dona de casa, Michelle da Silva, 22, que acabou de chegar do Estado de Maranhão, diz que procurou fazer o curso de manicure pelo fato de saber executar o ofício, porém não possui certificado. “E o certificado é fundamental para você conseguir não só um emprego melhor como também poder oferecer um serviço com mais qualidade”, garante Michelle.

Para os interessados em cursar algum dos cursos oferecidos pelo CRAS o telefone de contato do centro é 3618-5587 – pedir para falar com os coordenadores do CRAS, Setor 11.    fotos ASCOM 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas