PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Governo inicia ações para implantar programa Cultivando Água Boa‏

Serão dedicados dois dias de visitas à região da bacia do Descoberto para alinhar as informações dos parceiros integrantes do programa
A Secretaria do Meio Ambiente (Sema) coordenará, nesta sexta (7) e no sábado (8), visita técnica à Bacia do Descoberto. A intenção é fazer o alinhamento dos parceiros envolvidos no projeto Cultivando Água Boa, cujo protocolo de cooperação técnica foi assinado na semana passada pelo governador Rodrigo Rollemberg com a empresa Itaipu Binacional.
Nesta sexta-feira, será realizada visita técnica de barco a áreas da bacia, canais de irrigação no Rodeador e ida à Cooperativa de Catadores.  Amanhã, além de uma reunião de planejamento, na beira do Lago do Descoberto, está prevista uma visita a Águas Lindas para avaliar o lado goiano da bacia.
A bacia do Descoberto tem como principais afluentes os ribeirões Rodeador, Currais e Pedras, Melchior, Engenho das Lajes e Samambaia. O abastecimento urbano é responsável por 91% do consumo de suas águas.
O Programa Cultivando Água Boa foi criado pela Itaipu Binacional em 2003. Atualmente, o projeto é desenvolvido nos 29 municípios da Bacia do Paraná 3, no Oeste do Paraná, onde vivem mais de um milhão de pessoas. As ações socioambientais são feitas em parcerias com prefeituras, órgãos públicos, empresas e a comunidade. A ação conta com mais de dois mil parceiros.
No Distrito Federal, são parceiros do Cultivando Água Boa as Secretarias de Meio Ambiente, de Saúde, de Ciência e Tecnologia e de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural. O governo de Brasília também é representado no programa pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram), pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa), pela Companhia de Saneamento Básico do DF (Caesb) e pelas administrações regionais do Lago Norte e de Brazlândia.
As ações no DF serão desenvolvidas com o apoio da Associação dos Produtores e Protetores da Bacia do Descoberto (Pró-Descoberto), a Fundação do Banco do Brasil, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), o Ministério de Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Instituto Oca do Sol, entre outras organizações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas