PLANTÃO DE NOTÍCIAS

ÁGUAS LINDAS: Prefeito cria a Semana Municipal da educação contra o mosquito da dengue

Devido à incidência de vários casos da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti transmissor das doenças como: dengue, Chikungunya, Zika vírus, o projeto vem ajudar os alunos a procurarem e eliminar os focos ou possíveis criadouros do mosquito nas residências onde moram

Da redação do JAL


Com o objetivo de realizar campanha junto às famílias, com auxílio das crianças para a verificação do foco e criadouro do mosquito nas residências, sensibilizar as crianças quanto a importância de eliminação de qualquer criadouro do mosquito dentro de casa e fora dela, ensinar como pode ser registrado o processo de verificação dos possíveis focos do mosquito, demonstrar que esse processo é necessário realizar durante todo o ano, todos os dias, para evitar as larvas do mosquito, foi criada a Semana Municipal da educação contra o mosquito da dengue.

Os estudantes receberão também as informações de como verificar junto às famílias se existe algum foco do mosquito dentro dos lotes e da casa onde residem; eliminar qualquer tipo de possível criadouro dentro das residências dos alunos que estudam na rede municipal.
“Em todo o Brasil está ocorrendo crescentes casos de dengue, Chikungunya, Zika vírus, esse projeto vem ajudar os alunos a procurarem e eliminar os focos ou possíveis criadouros do mosquito nas residências onde moram e estimular toda comunidade a se engajar nesta luta”, garante o prefeito Hildo.


De acordo com projeto, durante as aulas o professor explicará sobre o mosquito os males que esse pode causar na saúde do ser humano e demonstrará como localizar os criadouros e explicar como a limpeza do lote e da casa é importante para evitar que o mosquito se reproduza. Estará também explicando sobre os sintomas das doenças e como preveni-la.

Cada aluno receberá uma ficha para verificação e registro dos focos ou da não existência do foco ou criadouros na residência, essa ficha deverá ser preenchida com a ajuda dos responsáveis pela criança.

A criança terá um prazo de dois dias para realizar o preenchimento da ficha, logo depois levará de volta para a escola e o professor recolherá as fichas e irá realizar uma atividade de confecção de gráfico com quantitativo de residências que apresentaram o foco e quantitativo que não apresentaram, sem identificar as residências das crianças, para evitar o constrangimento.

Foto: divulgação


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas