PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Polícia Civil prende suspeito da prática de diversos roubos em Luziânia



 Os acusados teriam furtados diversos celulares da marca Apple, uma caminhonete Mitsubishi Triton L-200, jóias, roupas, calçados, perfumes, tênis e vários outros objetos de vítimas. Os delitos, além de serem praticados mediante concurso de pessoas, também eram cometidos com emprego de arma de fogo (um revólver calibre 22, cromado)

Da redação do JAL

Lideradas  pelo delegado regional Rodrigo Mendes de Araújo e pelo agente de polícia Paulo Cézar, com apoio dos policiais civis Albertino e Ronildo, da 5ª Unidade de Inteligência (5ª Unint), várias equipes de policiais civis de Luziânia se deslocaram, na madrugada do dia 15 de março, até a cidade de Cristalina, onde, com o apoio dos policiais civis daquele município, efetuaram a prisão de Maerly Gonçalves Jardim, de 21 anos, em cumprimento a um Mandado de Prisão Preventiva  pelo crime de roubo qualificado.
Os policiais civis também cumpriram Mandado de Busca e Apreensão na residência de Maerly e
apreenderam um simulacro de arma de fogo e diversos objetos, supostamente produtos de crime.
Segundo as investigações, Maerly e um comparsa, identificado como Alexandre Henrique Abrantes, mais conhecido como “Pebinha”, são suspeitos da prática de vários roubos ocorridos em Luziânia. Maerly foi reconhecido por, pelo menos, quatro vítimas diferentes, mas, de acordo com a polícia, esse número pode ser bem maior.
Os dois suspeitos subtraíram diversos celulares da marca Apple, uma caminhonete Mitsubishi Triton L-200, jóias, roupas, calçados, perfumes, tênis e vários outros objetos de vítimas. Os delitos, além de serem praticados mediante concurso de pessoas, também eram cometidos com emprego de arma de fogo (um revólver calibre 22, cromado). Em seu interrogatório, Maerly confessou dois dos crimes pelos quais é acusado. Um dos objetos apreendidos na casa de Maerly já foi reconhecido por uma vítima, moradora de
Luziânia.
O veículo, VW Gol, cor vinho, rebaixado, também apreendido, que dava suporte aos crimes, era do próprio Maerly. Nas redes sociais, Maerly praticava “apologia ao crime”, chamava policiais de “ratos fardados” e postava frases e fotos analógicas ao delito de roubo. Em uma das postagens, ele escreveu: “Queria andar pelo certo, mas o errado me atrai”.
Fonte: PCGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas