PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Estudantes de arquitetura conhecem modelo da assistência técnica


(Brasília, 06/04/16) - A experiência do poder público atuando diretamente na requalificação de moradias em áreas carentes será apresentada nesta sexta-feira, dia 8 de abril, para estudantes de arquitetura e urbanismo do Distrito Federal. Com o tema "Prática profissional contemporânea em arquitetura e urbanismo", o evento promovido pela Secretaria de Gestão do Território e Habitação (Segeth) e pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), pretende debater com os futuros profissionais de arquitetura e urbanismo questões de mercado de trabalho e oportunidades em projetos com atendimento social.

Para além dos escritórios e atuação convencional, a arquitetura oferece a possibilidade de reinvenção urbana e transformação em áreas de baixo poder aquisitivo assim como muitos desafios. Com 10 postos de atendimento nas regiões do Sol Nascente, Pôr do Sol, QNR, na Ceilândia, Estrutural, Brazlândia, Vila Cauhy, Porto Rico, Buritizinho e Fercal, a Codhab atua em atendimento Lei nº 11.888, de 24 de 12 de 2008, que prevê esse tipo de serviço prestado de modo gratuito para a melhoria e construção de equipamentos públicos e de moradias em áreas de interesse social.

Segundo o secretário de Gestão do Território e Habitação, Thiago de Andrade, o evento é um balanço do primeiro ano de trabalho da assistência. "Apresentaremos o trabalho que foi feito nesse período de consolidação e queremos mostrar aos jovens profissionais as perspectivas permitem ao arquiteto cumprir seu papel social no ordenamento do território".

O debate acontece num momento em que o Governo de Brasília prioriza não só a regularização fundiária como a promoção de moradia digna para famílias carentes, um instrumento de gestão para redução do déficit habitacional. Além disso, as tendências da arquitetura e sua responsabilidade com o ordenamento das cidades estão nos debates das principais instâncias da arquitetura, como a Bienal de Veneza deste ano, cujo tema é "REPORTING FROM THE FRONT". O curador da bienal é o arquiteto chileno Alejandro Aravena, vencedor da edição de 2016 do Prêmio Pritzker, referência no desenvolvimento de unidades de habitação social por meio de políticas públicas habitacionais ao aproveitar a lógica do mercado como oportunidade de gerar um impacto real de grande alcance.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas