PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Trabalhadores do campo são contemplados com moradias em Goiás

O programa de moradia rural de Goiás conquistou o Prêmio Caixa Melhores Práticas de Gestão e foi reconhecido internacionalmente pela ONU-Habitat. As casas construídas no campo são diferenciadas e têm 80 metros quadrados e com varanda



Da redação do JAL

O governador Marconi Perillo solicitou ao presidente da Agehab, Luiz Stival, que seja realizado um plano estadual para 2017/2018 para avançar ainda mais nos cheques para construção e para reforma. “Vamos fazer um plano para que não fique nenhuma cidade sem planejamento e ações concretas para moradias. Neste planejamento, foquemos o campo. Vamos substituir as casas de pau a pique por [casas] de boa qualidade como essas”.
O convênio foi celebrado em 2012 pela Agehab com o Movimento Camponês Popular e está em execução. São mais de mil moradias que estão sendo construídas ou reformadas e contam com o investimento do Cheque Mais Moradia. Mas as boas notícias não param por aí. Na semana passada, o governador Marconi Perillo assinou mais um convênio com a CEF para a construção de mais mil moradias no campo, num investimento de R$ 11,8 milhões num período de dois anos. Desde 2011, já foram beneficiadas cerca de duas mil famílias no Estado nas regiões Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Noroeste.
“Só de olhar para o teto e não ver goteiras e ainda poder receber bem os amigos em casa, você se sente muito bem”. As afirmações são do autônomo Uraci de Morais, 41, após se mudar para a casa nova. Há uma semana, ele, a esposa e os dois filhos têm um cantinho próprio após terem sido contemplados por uma parceria entre o Governo de Goiás por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab) e o governo federal, pela Caixa Econômica Federal, para a construção de moradias no campo.
Uraci diz que ter uma casa própria é a realização de um sonho antigo. Ele e família moravam de aluguel. Ele conta que a casa de aluguel era grande, com três quartos, mas não estava satisfeito porque o imóvel não era dele. “É muito gratificante ter uma casa que realmente é sua”. Agora a meta é continuar ajudando os outros trabalhadores do campo a conquistarem também a casa própria.
Leonice Costa, 51, de Buritinópolis, cidade distante a quase 500 quilômetros de Goiânia, também está empolgada com a nova casa. Ela foi uma das contempladas deste último convênio e não vê a hora de se mudar da casa dos pais, em que mora com o marido e filhos, para sua nova casinha. “Vai ser minha casa. Isso é vida!”. Emocionada, ela agradece aos governos por proporcionar a garantia de uma casa própria aos trabalhadores do campo.
Uma das coordenadoras do MCP, Sandra Alves, ressalta o quanto esta conquista é significativa para o movimento camponês. “Essas famílias que vão continuar no campo produzindo alimentos para a cidade vão ter uma casa digna para morar, ter uma casa de qualidade, e ainda vai ter melhoria da autoestima. É um passo a mais para melhorar as condições de vida de quem mora no campo”, diz.



Fonte: Goiás Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas