PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Em operação da Polícia Federal, Carlinhos Cachoeira é preso em Goiânia


Carlos Augusto Ramos (Carlinhos Cachoeira), empresário e morador de um condomínio de luxo em Goiânia foi preso na manhã desta quinta (30). Alvo da Operação Saqueador da Polícia Federal, que visa prender pessoas envolvidas em uma esquema de lavagem de verbas públicas federais.

O empresário chegou a ser preso em 2012 na Operação Monte Carlo, acusado de liderar jogos de azar em Goiás e no Distrito Federal. A ação desmontou a quadrilha, que mantinha contato e teria se beneficiado da relação com autoridades como o ex-senador Demóstenes Torres, que chegou a ser cassado devido ao seu envolvimento com o grupo.

Desde então, Cachoeira já foi condenado pelos crimes de peculato, corrupção, violação de sigilo e formação de quadrilha. A última condenação foi no dia 23 de setembro, por violação de sigilo funcional, com pena de três anos de prisão. Ele responde aos crimes em liberdade.

Também foram expedidos mandados de prisão contra Adir Assad e Fernando Cavendish, que é ex-presidente da empreiteira Delta Construções S/A. Mas Cavendish está fora do país.

A investigação revelou que os envolvidos teriam usado empresas de fachada para repassar cerca de R$ 370 milhões, obtidos pela Delta por meio de crimes contra a administração pública para o pagamento de propina a agentes públicos.

Além de Goiás e Rio de Janeiro, a operação é realizada em São Paulo. Segundo o Ministério Público Federal, dentre os denunciados estão executivos, diretores, tesoureira e conselheiros da empreiteira, além de proprietários e contadores de empresas fantasmas, criadas por Carlinhos Cachoeira, Adir Assad e Marcelo Abbud.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas