PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Chefe de segurança é preso por suspeita de envolvimento na morte do jornalista João Miranda


Da redação JAL
Foto: Divulgação

Na tarde de ontem (27), um suspeito de participar do assassinato do pré-candidato e jornalista João Miranda do Carmo foi preso pela Polícia Civil. Douglas de Morais, chefe de segurança da Prefeitura de Santo Antônio do Descoberto, 40 anos, foi detido na casa de sua mãe, no Parque Santo Antônio.

"A justiça está sendo feita", disse a enteada de João Miranda ao saber da prisão preventiva do servidor. 

Conhecido por divulgar denúncias políticas locais na internet, a vítima estava sozinha em casa quando levou vários tiros pelo corpo, no último domingo. No total, foram 22 disparos, segundo a filha do jornalista – sete teriam acertado o homem no peito e no rosto. João Miranda comandava o portal S.A.D. Sem Censura, onde trazia à tona irregularidades e ocorrências da região.

O delegado-chefe Pablo Batista esclareceu trabalhar com várias linhas de investigação: “Desde uma pessoa incomodada com as publicações até alguém que possa, de fato, ter encomendado o crime”. Além disso, a Polícia Civil acredita que outros crimes possam estar envolvidos.

De acordo com o titular da delegacia, até o prefeito Itamar Lemes do Prado poderá ser 
chamado para depor, caso tenha o nome mencionado: “Por hora, ainda não. Outras pessoas serão chamadas”.

Entenda o caso, clique aqui.

Com informações Jornal de Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas