PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Cidade de Goiás tem festa em clima de parcerias entre líderes



O Governador Marconi Perillo reafirmou, hoje, no discurso de Transferência dos Três Poderes para a cidade de Goiás, a importância de se assumir o compromisso de parcerias republicanas para o desenvolvimento do estado e do país; na cerimônia, ele entregou a comenda Ordem do Mérito Anhanguera, aos governadores Beto Richa (Paraná) e Jackson Barreto (Sergipe), cinco ministros, dez embaixadores, parlamentares, prefeitos, artistas e representantes da sociedade civil; prefeita da Cidade de Goiás, Selma Bastos (PT) disse que Marconi é "amigo e parceiro na busca pela unidade administrativa" e que "não mede esforços para garantir o melhor para o município e para o Estado."

A cerimônia de instalação dos Podres Executivo, Legislativo e Judiciário para a cidade de Goiás, que efetiva a transferência simbólica da capital para a Cidade de Goiás, é o ponto alto da programação oficial de dois dias. A mudança da capital de Goiânia para Goiás, antiga capital do Estado, ocorre todo dia 25 de julho, data do aniversário de fundação do município, que neste ano completa 289 anos de fundação e 15 anos como Patrimônio da Humanidade, título concedido pela Unesco.

Marconi disse que essa é a 13ª vez em quatro mandatos que ele participa dessa cerimônia que eleva a cidade de Goiás. "Temos a honra de fazer da Cidade de Goiás uma vez mais a capital de nosso Estado. Goiás é nossa Cidade Eterna. Aos pés da Serra Dourada, Goiás preserva sua história para manter vivas as tradições, a cultura, as riquezas e a natureza exuberante que nos fazem únicos no Brasil e no mundo", destacou.

Ele lembrou, durante discurso para cerca de 400 pessoas, que esta foi uma das mais expressivas solenidades de transferência simbólica da capital que presidiu. "Tenho o orgulho de receber governadores, embaixadores, ministros, deputados, prefeitos. É por meio de relações republicanas que a avançamos", destacou. Lembrou ainda o desenvolvimento econômico do Estado de Goiás nos últimos anos. "Em sintonia com suas tradições, nosso estado atravessou, nos últimos anos, fase de desenvolvimento econômico sem precedentes nas últimas décadas. Fomos o estado que mais cresceu e dividiu renda".

A Ordem do Mérito Anhanguera foi criada pelo Decreto número 479, de 24 de junho de 1975, com a finalidade de “agraciar pessoas físicas ou corporações militares, nacionais ou estrangeiras, suas bandeiras ou estandartes, por seus relevantes serviços, ações ou méritos excepcionais, recomendem o reconhecimento do Estado de Goiás”. A condecoração, a mais alta honraria conferida pelo Governo de Goiás, é dividida em três graus: Grã-Cruz, Grande Oficial e Comendador.

Autoridades destacam o papel histórico da transferência simbólica da Capital

Falando em nome do poder Judiciário, o presidente do Tribunal de Justiça, Leobino Valente, ressaltou que a transferência simbólica dos Três Poderes para Goiás é hoje uma tradição, que remonta ao início da década de 60, pelo decreto assinado pelo então governador Mauro Borges. Leobino fez referências ao atual momento que o país passa e disse torcer para que o Brasil retome a trilha do desenvolvimento econômico. Enfatizou ainda que, mais do que nunca, os poderes constituídos precisam estar unidos, cada um cumprindo suas tarefas constitucionais.

O presidente da Assembleia Legislativa, Hélio de Sousa, falou em nome do Legislativo, e disse que a transferência da capital é mais que um ato formal, um reconhecimento das raízes culturais do povo goiano. “O Legislativo se sente contemplado em participar desse momento histórico e por reafirmar seu respeito em consideração pelos poderes Executivo e Judiciário”, disse Hélio. Ao ressaltar a presença de tantas autoridades reunidas numa solenidade oficial, ele encerrou o discurso observando que o sentimento que deve uni-los é e de muita paz.

Em nome das autoridades homenageadas falou o ministro da Justiça, Alexandre de Morais. Ele disse que não conhecia, mas teve agora o prazer de conhecer a cidade de Goiás, Patrimônio Histórico Cultural da Humanidade. Lembrou que das doze cidades brasileiras declaradas pela Unesco patrimônio da humanidade, uma das mais belas é a Cidade de Goiás.

O ministro também observou que a comenda Ordem do Mérito do Anhanguera, a mais alta condecoração do Governo de Goiás, mostra a relação histórica de Goiás com o Estado de São Paulo, onde ele exerceu até há pouco tempo o cargo de Secretário de Segurança Pública. “Hoje eu me sinto um pouco mais de Goiás”, disse, ao comemorar a homenagem e afirmar que as portas do governo federal estão abertas para Goiás.

Antes de discursar, o governador Marconi Perillo convidou os colegas governadores Beto Richa (PR) e Jackson Barreto (SE) para breves palavras. Richa disse que, como governador do Paraná, tem procurado se inspirar nos programas sociais adotados pelo governador de Goiás. O governador paranaense chegou à Cidade de Goiás ontem à noite, onde pernoitou e aproveitou para conversar informalmente com moradores da cidade.

Fonte: Gestão de Imprensa do Governador

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas