PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Polícia Civil prende empresários por sonegação fiscal na região metropolitana do DF


A Polícia Civil do estado de Goiás em conjunto com a Polícia Militar e o Fisco Estadual, deflagraram na manhã desta terça-feira (16) a Operação Arrebatamento, que tem o objetivo de apurar crimes de falsidade ideológica, associação criminosa e crimes contra a ordem tributária. Estão sendo cumpridos quatro mandados de prisão temporária, 19 de busca e apreensão, além de duas conduções coercitivas nas cidades de Luziânia, Valparaíso, Cidade Ocidental e Formosa.

De acordo com as investigações, o Fisco Estadual descobriu que apenas uma empresa na cidade de Luziânia foi responsável pela movimentação de mais de R$ 70 milhões em vendas nas máquinas de crédito e débito. Contudo, a empresa encontrava-se com cadastro suspenso na Secretaria da Fazenda.

Levantamento realizado pela Superintendência da Receita aponta que o crédito tributário total deste grupo deve superar os R$ 129 milhões de ICMS, incluindo multa e juros.

A Operação recebeu o nome de Arrebatamento em alusão ao evento da igreja no qual Deus realiza o seu julgamento. Segundo a Polícia Civil, a grande maioria das empresas envolvidas no esquema têm razão social que remete a nomes bíblicos, dando a falsa ilusão de que os negócios por elas realizados têm conotação lícita e transparente.

Fonte: MaisGoiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas