PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Marconi intensifica ação administrativa e avaliação positiva do governo cresce


A intensa agenda de governo, com aceleração do ritmo de andamento das obras e ampliação de ações e programas, levou a uma alta nos índices de aprovação do governo Marconi Perillo, mostram as últimas pesquisas de avaliação da gestão estadual realizadas em Goiânia. A avaliação positiva dos goianienses sobre a gestão do governador Marconi Perillo (PSDB) cresceu nas últimas semanas, saltando de 22% (classificações Boa/Ótima), na última pesquisa divulgada pelo Ibope/TV Anhanguera, para 36,3% (Boa/Ótima), segundo o levantamento do Instituto Grupom/Rádio 730, publicado na quarta-feira (31).

Na comparação com a pesquisa anterior, o crescimento foi de 14,3%. O Grupom ouviu 521 eleitores entre os dias 22 e 24 de agosto de 2016. A margem de erro é de 4,3%. O grau de confiança é de 95%. O registro da pesquisa é assinado pelo protocolo nº GO-05402/2016 de 19/08/2016.

O salto na avaliação da população pode ser explicado como resultado do esforço do governador Marconi Perillo em implementar uma agenda positiva na gestão estadual, apesar dos cenários de crises política e econômica por que passa o país nos últimos anos. A despeito das grandes dificuldades, Marconi tem apostado em uma administração criativa e conquistado avanços para o Estado.

Prova do cenário de ascensão são as frequentes inaugurações de obras e ininterruptas entregas de benefícios sociais, como o Cheque Mais Moradia, Renda Cidadã, Bolsa Universitária e Restaurante Cidadão, além dos investimentos em infraestrutura, como o Rodovida Manutenção, Construção e Reconstrução.


Investimentos 

A manutenção dos investimentos em todas as áreas pelo Governo de Goiás foi possível graças às medidas de ajuste fiscal adotadas pelo governador Marconi Perillo, que garantiram, entre outras ações, a implementação de projetos desenvolvimentistas, como o Inova Goiás, Goiás Mais Competitivo e o Programa Tolerância Zero ao Crime, que engloba todas as políticas de Segurança Pública, como aumento e requalificação do efetivo policial, o serviço de inteligência e a integração das policias estaduais para combate ao tráfico de drogas e armas.

As principais medidas de ajuste fiscal garantiram ao Governo Estadual conquistar o posto de maior ajuste proporcional realizado em todo o país. A redução de gastos foi equivalente a R$ 3,8 bilhões, desde o início do atual mandato. Os cortes de despesas significaram a redução do número de órgãos/entidades para dez secretarias; extinção/redução de cargos comissionados e de contratos temporários.

Redução de Gastos

A redução de gastos com custeio, desde o início do mandato, resultou em economia de quase R$ 250 milhões. No primeiro semestre de 2016, o superávit fiscal foi R$ 1 bilhão (resultado 120% maior do que no mesmo período de 2015). Dados recentes mostram também que Goiás lidera a maior geração de emprego no país, com o total de 16,6 mil postos de trabalho criados no primeiro semestre de 2016.


No quesito atração de indústrias e geração de empregos, a última boa notícias para os goianos foi a decisão da empresa Johnson & Johnson, que escolheu Goiás para implantar seu 5º Centro de Distribuição no Brasil. O Centro distribuirá produtos para toda região Centro-Oeste, Triângulo Mineiro e estados de Tocantins e Rondônia, o que ampliará em 15% o faturamento da empresa no país. O intuito é expandir a distribuição de seus produtos de modo a alcançar diferentes regiões, a empresa Johnson & Johnson.                         

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens do modelo de Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas