PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Esposa que matou marido pastor evangélico é condenada a 15 anos de prisão

Foto reprodução
O Tribunal do Júri de Ceilândia condenou Eva Oliveira Barbosa Diniz a 15 anos de prisão pelo assassinato do pastor evangélico Damião Diniz do Nascimento. Os dois eram casados há 30 anos e o crime aconteceu na casa deles, em Setembro de 2016. Eva foi condenada por homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.
O marido descansava deitado no chão da sala, quando a mulher o atacou com pauladas e facadas e foi presa em flagrante no dia seguinte ao crime. O corpo foi encontrado pelo filho do casal. A ré respondeu ao processo presa e não terá direito a recorrer da sentença em liberdade.
Na sessão de julgamento, o Ministério Público sustentou integralmente a sentença, pedindo a condenação de Eva nas penas do artigo 121, §2º, incisos I, III e IV, do Código Penal (homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima). A defesa, por seu turno, pediu a absolvição e sustentou a inexistência das qualificadoras.
Na época, ela disse desconfiar que o marido abusava sexualmente dos filhos, mas as investigações confirmaram que o motivo teria sido ciúmes, inclusive do relacionamento dele como pai com os próprios filhos.



(J.Br/redação JAL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas