PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Fraga tem carteira suspensa pelo Detran e faz curso de reciclagem

foto: Ricardo Botelho

 Pelo segundo domingo consecutivo, o deputado federal Alberto Fraga(DEM-DF) tem destino certo: a Escola Pública de Condutores do Departamento de Trânsito (Detran), na 706 Sul. O parlamentar teve a Carteira de Habilitação suspensa depois de levar mais de 20 pontos. Ele foi flagrado quando chegava para sua última aula, na manhã deste domingo (9/7), por volta de 7h50.
O coronel aposentado da Polícia Militar do DF garante ter uma boa explicação para frequentar a escolinha do Detran. Segundo ele, os três veículos usados por sua mulher e dois filhos estão no nome dele e as multas por excesso de velocidade acabaram sendo registradas em sua CNH.
“Fui pego de surpresa. Quando percebi, minha habilitação já estava suspensa. Farei a transferência dos veículos e cada membro da minha família terá que responder pelas próprias multas”, contou, em tom de brincadeira.
O democrata contou que está tendo uma boa experiência na escola de reciclagem, mas que, como cidadão comum, decidiu que iria fazer todo o trâmite para recuperar a carteira. “Estou fazendo as aulas para não ter qualquer tipo de problema com a lei”, frisou. Questionado pela reportagem, ele disse não saber quantos pontos recebeu.
O parlamentar, que sonha em comandar o Palácio do Buriti, tomou todos os cuidados para não incorrer em novas infrações: chegou no curso em um carro particular, conduzido por um motorista, que ficou aguardando a saída dele.
Motoristas que atingem o total de 20 ou mais pontos na CNH têm o documento suspenso por prazo que pode variar de um a 12 meses. Para recuperá-lo, os condutores devem pagar as multas e fazer o curso de reciclagem, que cobra presença obrigatória. Após a conclusão e aprovação nas aulas, o condutor recebe a carteira de volta.
O deputado poderia ter evitado a pontuação exagerada na carteira. A legislação permite a transferência dos pontos, no caso de o motorista infrator não ser o proprietário do veículo. Em média, o Detran-DF recebe 160 pedidos por dia para que a pontuação seja transferida para outra CNH.
O proprietário do veículo tem até 15 dias após o recebimento da notificação da autuação para identificar o motorista responsável pela infração. O pedido de transferência pode ser feito via Correios ou em uma das unidades de atendimento do órgão. O condutor deve preencher e assinar um formulário, que está disponível no site do Detran-DF.
O departamento dá o prazo de 10 dias para que a autuação seja transferida, caso o infrator responsável seja indicado por correspondência. Se solicitado em postos de atendimento, o processo é executado em até 48 horas.



(Metrópoles/redação JAL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas