PLANTÃO DE NOTÍCIAS

PF faz operações contra pedofilia em 14 estados

Foto divulgação
A Operação Glasnost da Polícia Federal deflagrada na manhã desta terça-feira (25/7) é a segunda fase de investigações de  uma centena de brasileiros envolvidos com a produção e o compartilhamento de imagens relacionadas à exploração sexual de crianças e adolescentes na internet. Estão sendo cumpridos 77 mandados judicias em Goiás e em outros 13 estados brasileiros.

Dos 77 mandados, três são de prisão preventiva, 72 de busca e apreensão e dois de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento. Além de Goiás, as ordens judiciais são cumpridas no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Piauí, Pará e Sergipe.
Com alcance mundial, os criminosos usavam um site russo para compartilhar os conteúdos proibidos. De acordo com a PF, os arquivos continham fotos e vídeos de crianças, adolescentes e até de bebês, muitos deles sendo abusados sexualmente por adultos.
A primeira fase da operação ocorreu novembro de 2013. À época, a polícia também conseguiu resgatar vítimas de abusos sexuais que tinham entre cinco e nove anos. Um dos investigados abusava sexualmente da própria filha, de apenas cinco anos de idade, e compartilhava imagens na internet com outros pedófilos ao redor do mundo.
A equipe de policiais envolvidos com a Operação Glasnost também identificou brasileiros residentes nos EUA. Eles foram investigados com a colaboração do FBI. Entre os alvos da operação, havia pessoas de várias idades e profissões, incluindo um Policial Militar, um soldado da Aeronáutica, alguns professores, bem como um chefe de grupo de escoteiros.
O nome da operação é uma referência ao termo russo que significa transparência. Segundo a PF, a palavra foi escolhida porque a maior parte dos investigados utilizava servidores russos para a divulgação de imagens de menores na internet e realizar contatos com outros pedófilos ao redor do mundo.


(Metrópoles/redação JAL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas