PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Prefeitura de Águas Lindas revoluciona a educação municipal com o Programa Evasão Zero

Foto: Ascom
Com o objetivo de promover a inclusão socioeducacional e reduzir a evasão escolar a zero no município, a Prefeitura de Águas Lindas de Goiás, por meio de sua Secretaria de Educação criou o Programa Evasão Zero, que está obtendo resultados positivos junto à comunidade. Com o programa, o município conseguiu tirar a educação do rol negativo, onde havia 25 das 45 escolas no vermelho, para apenas 9 em 2017. Entretanto, a meta é que todas as escolas alcancem entre 94% à 98% de fluxo até o final deste ano.

“Um dos primeiros passos é identificar o motivo pelo qual o estudante deixou de frequentar as aulas. Esta busca ativa desses alunos, com a participação efetiva da escola que faz a primeira abordagem, inclusive com visitas domiciliares, contribui para o bom andamento das ações. A partir daí pode-se identificar a motivação pelo qual o aluno permanece com faltas sequentes ou intercaladas que venham a prejudicar seu desenvolvimento estudantil e solucionarmos o problema”, destaca o prefeito Hildo do Candango.

É feito um cadastro na escola, com o lançamento do nome do aluno com os dados necessários na plataforma interna da secretaria, e a partir daí, a coordenação do programa realiza visitas na residência dos alunos e notifica os responsáveis. Quando há necessidade, os casos são encaminhados ao Conselho Tutelar e ao Ministério Público.

“Este é um processo que se inicia, mas os resultados são de encher os olhos, 615 alunos não fazem mais parte do universo estrondoso e da política de reprovação, pois, de 2015 para 2016\2017, o número caiu para 1.400, elevando o município ao índice de 91% de aprovação se aproximando da média nacional e superando centenas de outros municípios. Este ano de 2017, o município alcançará os 95% de aprovação devido ao empenho da Secretaria de Educação e da comunidade escolar, por meio do Programa Evasão Zero, tornando o município um dos que mais oferta e garante a permanência do aluno na escola”, assegura o secretário de Educação, Deusimar Macedo.
Foto: Ascom
De acordo com a diretoria pedagógica, foi realizado um minucioso estudo, o qual, concluiu que a oferta no ensino fundamental (I) é praticamente, em sua totalidade, capaz de suprir a demanda do município. “No entanto, na contra mão estava a garantia da permanência do aluno durante esta etapa escolar. Com mais de 2500 alunos reprovados ou evadidos, a aprovação não passava dos 89% e somente do 1º aos 5º ano foram retidos 2015 alunos”, revela Francisco de Assis, coordenador do programa.




(Ascom/redação JAL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas