PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Prefeitura de Pirenópolis retoma funcionamento do Centro Cirúrgico do Hospital Ernestina Lopes Jaime


A gestão do prefeito de Pirenópolis, João do Léo, em trabalho conjunto com o governo do Estado, colocou em funcionamento, após anos de paralisação, o Centro Cirúrgico do Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (Heelj). Equipado com ajuda de verbas estaduais, o centro cirúrgico, que é de médio porte, chega a realizar, segundo a Prefeitura de Pirenópolis, cerca de 100 cirurgias por mês.

“Conseguir tornar o atendimento em saúde de Pirenópolis autossuficiente às necessidades da população era um dos principais objetivos da atual gestão. Trazendo agilidade e segurança e dispensando o transporte de pacientes, com casos simples, para outras cidades”, destaca a prefeitura.

O esforço da atual gestão municipal em conseguir a retomada do funcionamento do centro cirúrgico possibilitou à comunidade de Pirenópolis ter acesso a serviços de especialidades médicas como cirurgia geral, obstetrícia, ortopedia, otorrinolaringologia, cirurgia pediátrica e cirurgia dermatológica.


Com a ajuda financeira do governo estadual, foi possível, segundo a prefeitura, fazer “grandes investimentos em equipamentos e adequações estruturais”.

“São duas salas com ventilador mecânico, monitor cardíaco, bomba de infusão e desfibrilador, 10 leitos cirúrgicos, 20 leitos para clínica médica e dois leitos para semi-intensiva”, informa a prefeitura sobre a estrutura física do centro cirúrgico.

O prefeito João do Léo diz que o espaço médico deixou de ser uma referência apenas para o município de Pirenópolis e se tornou modelo de atendimento clínico para municípios vizinhos.

“Desde que assumimos a Prefeitura, o desenvolvimento da saúde era uma demanda frequente ao governo estadual, que é parceiro no trabalho por Pirenópolis, e o resultado desse trabalho juntos é o Hospital de alto padrão, com assistência em especialidades e cirurgia, que entregamos à comunidade”, disse João do Léo.

Agora o próximo passo, segundo a prefeitura, será obter a certificação internacional pelo trabalho oferecido no centro cirúrgico por meio da Organização Nacional de Acreditação (ONA) – entidade governamental e sem fins lucrativos que certifica a qualidade dos serviços de unidades públicas em saúde de acordo com a metodologia reconhecida pela ISQua, International Society for Quality in Health Care, associação parceira da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Essa proposta ganhou força após o centro cirúrgico ter recebido da Instituição Acreditadora Credenciada (IAC) um diagnóstico organizacional para averiguar se todos os processos utilizados no Heelj estão dentro das normas de segurança internacional.
O prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango, que lutou e conseguiu durante sua gestão retomar as obras do Hospital Regional de Águas Lindas de Goiás, também com ajuda do governo estadual, disse que a conquista do município de Pirenópolis é resultado do trabalho sério realizado pelo atual governo municipal.

“Eu passei por isso em Águas Lindas e posso afirmar que se não fosse à intercessão da equipe administrativa do prefeito João do Léo, nada disso teria ocorrido. Por isso, parabenizo a gestão municipal que, com certeza, não mediu esforços para conquistar tal êxito. E fico feliz em saber que quem ganha com isso, não são os homens públicos, mas sim a população que passa a ter melhores condições de tratamento médico e, consequentemente, melhor qualidade de vida”, diz Hildo do Candango.





(Amab/Fotos: Amab/redação JAL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas Desenvolvido por Blogger Copyright © 2016

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas