PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Promessas em alta para 2018: Rollemberg prevê ano eleitoral de bonança


Há um ano das eleições, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) desvia do papel de chefe do Executivo para encarnar o de candidato. A estratégia começa com promessas de fazer, em 2018, o que não foi cumprido nos últimos três anos.
Descontraído, com linguagem coloquial e intimista, Rollemberg participou de uma entrevista ao vivo no Facebook, na tarde desta quinta-feira (21/12), no perfil oficial do Governo do Distrito Federal. O tema do quadro DF Ao Vivo foi “Regiões Administrativas”.
Com camisa polo e calça de brim, ele respondeu a dezenas de perguntas de seguidores, que se alternavam entre 150 a 200 simultâneos. Durante 46 minutos de bate-papo, o vídeo alcançou 5,4 mil visualizações. Entre críticas e pedidos – como a nomeação de aprovados em concursos –, os internautas fizeram reivindicações das regiões onde moram. Rollemberg aproveitou para prometer melhorias nas cidades, inclusive com prazo de entrega.
O governador garantiu, por exemplo, que até o aniversário de Brasília, 21 de abril, o Condomínio Porto Rico, em Santa Maria, será totalmente asfaltado. Para o Setor Habitacional Sol Nascente, em Ceilândia, a perspectiva apresentada é de entregar rede de águas pluviais, esgoto, asfalto, uma Unidade Básica de Saúde e instalar um papa-lixo na Avenida das Nações. Tudo no Trecho 1.

No Trecho 2, disse o socialista, o asfalto será concluído entre junho e julho do ano que vem. “Semana passada, entregamos 125 lotes urbanizados no Sol Nascente. No Trecho 3, tivemos problemas ambientais, mas em 2018 vamos avançar”, afirmou o governador. 

Questionado sobre melhorias no Metrô e a promessa de ampliação das linhas, Rollemberg respondeu que tem batalhado junto ao Governo Federal para conseguir recursos. “Me encontrei com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, com o objetivo de solicitar verba para a ampliação das estações de Samambaia, Ceilândia e para o início da Asa Norte, até o Hran, que é o ponto mais movimentado.” 

Entre os questionamentos no Facebook, diversas pessoas reclamaram das condições do asfalto nas regiões administrativas e do mato alto. Rollemberg exaltou o programa Cidades Limpas e disse que autorizou a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) a fazer hora extra. Segundo ele, os funcionários poderão trabalhar durante a noite e nos finis de semana para resolver a situação.

Sobre o problema da falta de calçadas em Águas Claras, o chefe do Executivo ressaltou que haverá ações da Agência de Fiscalização (Agefis), em janeiro, para que “não haja concorrência entre o comércio formal e os ambulantes”. 
O socialista esclareceu também críticas sobre a gestão da saúde no DF. Ao responder a uma moradora do Guará, que relatou dificuldades em ser atendida no hospital da região, o chefe do Executivo reforçou as mudanças em todo o sistema de cobertura da atenção primária. “Contrataremos, ainda neste ano de 2017, mais de 200 médicos. Eles vão fortalecer as equipes da saúde da família e também serão distribuídos para os atendimentos em hospitais”, disse.
Rollemberg ainda condicionou, por diversas vezes, mais contratações na saúde e a melhoria do sistema à aprovação, na Câmara Legislativa, da emenda ao orçamento que prevê o uso de R$ 1,2 bilhão de recursos do Iprev. Disse que pretende contratar “milhares de servidores” para permitir a abertura de diversos leitos hoje fechados nos hospitais. “Estávamos impedidos de contratar por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal”, justificou.

A votação da emenda na CLDF está prevista para 15 de janeiro, em sessão extraordinária.






(Metrópoles/Foto reprodução/redação JAL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas