PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Agehab convoca municípios de Goiás para cadastramento do Cartão Reforma

Adesão ao programa deve ser feita pelas prefeituras, pela internet, no site do Ministério das Cidades; o prazo de inscrições para o primeiro lote termina na sexta-feira (23).





Agência Goiana de Habitação (Agehab) convoca os municípios de Goiás para se cadastrarem no sistema do Ministério das Cidades e garantir o recebimento de recursos para o Cartão Reforma. A adesão ao programa é feita pela internet, e o prazo de inscrições para o primeiro lote termina na sexta-feira (23).
O programa Cartão Reforma permite ao beneficiário a compra de materiais de construção para obras em residências. O benefício é destinado a famílias com renda mensal de até R$ 2,8 mil.

Para reforçar a importância do cadastro, a Agehab realiza, nesta quinta-feira (22) um treinamento com 62 municípios goianos fizeram o cadastro no ano passado, porém não foram contemplados. A primeira reunião deve ocorrer às 14h, no Instituto Tecnológico do Estado de Goiás (Itego) Sebastião Siqueira, em Goiânia.

De acordo com a agência, todos as 246 prefeituras de Goiás podem ser atendidas pelo programa. Para participar é necessário fazer a adesão, por meio do sistema do Ministério das Cidades, e seguir rigorosamente às três etapas do processo. O resultado dos contemplados deve ser divulgado no dia 6 de abril.
O presidente da República, Michel Temer (centro), durante lançamento do Cartão Reforma (Foto: Beto Barata/PR)



Distribuição de cartões

Conforme dados do Ministério das Cidades, Goiás vai receber R$ 49 milhões do programa em 2018. A estimativa é que 8,6 mil cartões sejam entregues a famílias do estado.

As cidades vão receber os cartões proporcionalmente com a quantidade de moradores. Municípios com até 50 mil habitantes vão receber até 150 cartões. Já as prefeituras cujas cidades têm entre 50 mil e 200 mil moradores, podem ser contempladas com até 200 cartões.

Para cidades com população de 200 mil a 1 milhão, a distribuição deverá se limitar a 500 cartões. Já os grandes municípios, com mais de 1 milhão de moradores, poderão receber até 1 mil cartões.

Para receber o benefício, além da renda bruta de até R$ 2,8 mil, o candidato terá que ter um único imóvel em todo o território nacional, ser maior de 18 anos ou emancipado e, além de possuir um imóvel, deverá morar nele.

Após a entrega do cartão, a execução da mão-de-obra da reforma ou intervenção que será feita na cada vai ser de responsabilidade dos próprios beneficiários.

Fonte: G1 / Jornal Águas Lindas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas