PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Nove morrem em confrontos policiais, em 24 horas

Em ações diferentes, criminosos trocaram tiro com equipes na região metropolitana e em Carmo do Rio Verde; crime organizado por facções de outros Estados e quadrilha de roubo a banco foram alvos de operações





Fim de semana violento e com nove mortes em confronto com as polícias goianas. Desde a manhã do sábado, 24, até a madrugada do domingo, 25, os casos foram registrados na região metropolitana e Carmo do Rio Verde.

Era sábado de manhã, e um homem havia roubado uma moto há instantes e se preparava para desmontar o veículo, no Independência Mansões, em Aparecida de Goiânia. Moradores fizeram denúncia e informaram o endereço do homem aos policiais do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (GIRO), que informaram terem sido recebidos a tiros pelo suspeito.

O criminoso fugiu, pulando muros e ainda atirando, mas após cerco policial, e intensa troca de tiros, o criminoso foi alvejado. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestou os primeiros socorros ao assaltante, que morreu. As vítimas do criminoso reconheceram o criminoso como assaltante que havia levado a moto. No local os policiais encontraram outras duas motos com registro de roubo e que estavam prestes a serem desmanchadas.



MAIS QUATRO

Na tarde, mais quatro suspeitos de tráfico de drogas foram mortos durante troca de tiros com equipes do GIRO, no Setor Gentil Meirelles, em Goiânia.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar (PM), três dos mortos seriam seguranças de uma residência que funcionava como boca de fumo, e teriam atirado nas equipes, que revidaram.


De acordo com a PM, o suspeito de comandar o tráfico que estava dentro da residência também teria recebido os policiais a tiros. No local os policiais encontraram porções de drogas, três revólveres calibre 38, e um revólver de uso restrito, calibre 3.57.

MAIS DOIS

No Parque Atheneu, ainda na capital, outros dois suspeitos foram mortos após abrirem fogo contra as equipes do Grupo de Radiopatrulhamento Aéreo (Graer). É que na Rua AT-02 os policiais foram informados de que haviam integrantes de uma quadrilha, e foram checar; os criminosos até chegaram a ser socorridos por uma equipe do Corpo de Bombeiros, mas morreram antes de serem levados para o hospital.



A ocorrência só foi possível porque no último dia 17 de março um homem foi abordado pelo helicóptero do Graer, e com ele estava uma pistola de fabricação americana e calibre 9mm de uso restrito das forças de segurança. O abordado estariam em um carro com registro de roubo, e contou onde estariam o restante dos integrantes do bando. Ontem os policiais apreenderam dois revólveres calibre 38.

TRÊS NA MADRUGADA

Na madrugada, em uma operação conjunta da Polícia Militar com Polícia Civil, três homens suspeitos de integrarem uma quadrilha de roubo a bancos foram mortos em Carmo do Rio Verde, a 180 quilômetros da capital, no centro do Estado. O bando criminoso já era monitorado pelas polícias, que montaram uma tocaia e quando foram abordar, os bandidos começaram a atirar nos policiais, que não se feriram, mas feriram os três, que não resistiram.


Fonte: Mais Goiás / Jornal Águas Lindas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas