PLANTÃO DE NOTÍCIAS

A velha e cruel forma de fazer política - Buscando o próprio bem com o mal de alguém.

A velha e cruel forma de fazer política onde o eleitor é apenas uma moeda de barganha.





No Ponto de ? dessa semana, vamos falar sobre a velha e cruel forma de fazer política no Brasil, a que tem sido feita no entorno de  Brasília, especialmente na cidade de Águas Lindas de Goiás. E antes de você reclamar, que o texto é grande, há que chato, e outras coisas e tal. Gente! Para né! Lê é muito bom, provoque esse hábito e uma das consequências, será que sua escrita irá melhorar, como a sua leitura.
Então vamos que vamos....

Essa triste forma de fazer política, teve o seu inicio quando Cabral e a sua esquadra, em 22 de abril de 1500 chegaram ao litoral sul, do atual estado da Bahia, no monte que foi batizado de Monte Pascoal.
E quando encontraram os índios, começou então '' A velha e cruel forma de fazer política'', onde os portugueses começaram a oferecer aos nativos da nossa terra, espelhos, ouro, especiarias portuguesas, em troca da confiança, do afeto daquele povo simples e inocente, chegaram até a oferecer água velha para os índios, que claro recusaram.

Uma barganha simples, que custaria aos nativos a perca de suas terras, de sua rotina, de sua paz.
Então, caro leitor, isso não te lembra a triste realidade de hoje? Não é bastante contemporânea?

A população do entorno do  Distrito Federal aumentou de uma forma gigantesca em sete anos, de acordo com atualização do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
A chamada Região Integrada de Desenvolvimento (Ride) do Distrito Federal e Entorno, que é a soma das regiões administrativas, mais as cidades goianas e mineiras próximas ao DF, tem 4,4 milhões de habitantes.

A Ride é composta pelos municípios de Abadiânia, Água Fria, Águas Lindas, Alexânia, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Cocalzinho, Corumbá, Cristalina, Formosa, Luziânia, Mimoso, Novo Gama, Padre Bernardo, Pirenópolis, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso e Vila Boa, no estado de Goiás, e Unaí, Buritis e Cabeceira Grande, em Minas Gerais.

A região integrada do DF é a quarta mais populosa. Fica atrás das regiões metropolitanas de São Paulo, que tem 21,4 milhões de pessoas, do Rio de Janeiro, com 12,4 milhões, e Belo Horizonte, com 5,9 milhões. O número leva em conta a população das capitais mais a região periférica.

Águas Lindas de Goiás foi uma das que mais cresceu em tamanho geográfico e populacional.  Sua população estimada em 2017 é de 195 810 habitantes (http://cod.ibge.gov.br/60J). A área total é de 191,198 quilômetros quadrados, e sua população é quase inteiramente urbana.
Os indicadores econômicos também não fica para traz, o PIB municipal de R$ 676.643 milhões,

PIB per capita de R$ 4.242,15, a a Renda per capita é de R$449,38.

Valor adicionado bruto da agropecuária: R$ 402.711 milhão
Valor adicionado bruto da indústria: R$ 1.105.393 milhões
Valor adicionado bruto dos serviços: R$ 9.525.064 milhões
Impostos sobre produtos líquidos de subsídios: R$ 433.475 milhões

Se segura na cadeira, amigo(a) leitor(a) pois essa composição do PIB é de 2010, ou seja, essa cidade é uma mina para os políticos da cruel e velha forma de fazer política, tanto a nível local, estadual e também do Distrito Federal. Você deve está se perguntando, como assim do Distrito Federal?
É isso mesmo meu caro!

Segue alguns gráficos importantes sobre os eleitores.





Uma porcentagem bem significante da população Aguaslindense, vota no Distrito Federal, e isso torna a cidade como a ''Faixa de Gaza política'', literalmente, pois em cada pleito, a cidade vive uma batalha em termos político, social e econômico. E é sobre essa guerra suja, onde o eleitor principalmente os mais simples são os mais feridos nessa batalha.

A velha e cruel forma de fazer política tem como pilares principais, a falsa moral, o serviço a população de uma forma condicional, como moeda de troca. Políticos que usam a mazela do povo para uma auto promoção, onde na verdade o seu maior desejo é o saque aos cofres públicos, a mina de ouro chamada governo municipal.
Eles tem como rotina diária, a falsa modesta, acompanhada de sua amiga hipocrisia, e claro com uma soberba disfarçada de empatia, de carisma.

Esses, não respeitam a democracia, pois a enxerga como uma ditadura de coronéis, onde a cidade é o seu curral e os eleitores o seu gado, já como dizia um velho amigo: ''Se um boi soubesse a força que tem, nunca deixaria um vaqueiro colocar em seu lombo uma sela'', e isso é uma grande verdade, se a população de Águas Lindas entendesse a força que tem, nunca se deixaria enganar por essa classe suja de políticos.

Eles também tem como pilar, o ataque a pessoas, seja de qualquer classe que for, que desejem, que estejam lutando por uma cidade melhor, com uma nova forma de fazer política, onde o político é um servidor publico,que tem o prazer de servir a população.

Vimos isso, nesses últimos dias na cidade, onde um dos idealizadores do projeto social Santa Mônica para todos,  tem sido atacado pelas redes sociais, por muitos que temem a sua rápida ascensão no seio da comunidade local. Todo esse ataque tem como origem o discurso do pré-candidato ao governo de Goias, Daniel Vilela (MDB), no ultimo dia 19/04  em Águas Lindas de Goiás, onde o mesmo externou um desejo pessoal e do partido em ter o Dr. Lucas Antonietti como candidato câmara federal. Entrevistei Daniel Vilella na ocasião e o questionei sobre tal afirmação, sobre uma possível vinda do Dr. Lucas para deputado federal.

Confira a resposta do parlamentar na integra: 





Claro, que os militantes políticos que deveriam ser politizados, mas em sua grande maioria se revelam como alienados, pegaria essa afirmação pessoal de Daniel e a usariam de uma forma covarde para atacar não só a pessoa do médico, mas ao projeto social que vem realizando na cidade.

Em seus ataques, eles afirmam que o projeto social ''Santa Monica para todos'' é um projeto de cunho político e que o mesmo foi usado estrategicamente nos últimos messes para o lançamento da candidatura do Dr. Lucas nesse próximo pleito. Também tentam ligar a imagem do Dr. Lucas Antonietti a do presidente Michel Temer por serem do mesmo partido.

Por telefone falei com o Dr. Lucas, onde conversamos sobre o projeto, sobre as ultimas afirmações sobre uma possível candidatura nesse pleito. Confira: 




Marcos Alexandre - Como surgiu a ideia, quando nasceu o projeto Santa Monica Para Todos?

Lucas Antonietti - Realizamos trabalhos sociais em nossas famílias, há mais de 15 anos, então, tomamos a decisão de estender para comunidade de Águas Lindas, com a vinda da clinica para a cidade. Esse projeto social é um dos pilares da visão, valores e missão da empresa e um desses valores é a valorização da comunidade.

MA - Correto doutor. O que é realizado na comunidade através do projeto social?

LA - Marcos, um dos projetos sociais é a realização de palestras e aulas educativas na área de saúde, de cunho preventivo, levando a informação até a população que mais necessita.

MA - O projeto se resume apenas a palestras de prevenção?

LA - Não, não. Também temos atuado em outras áreas, entre elas, a distribuição de cobertores que iniciamos em 2017, na qual iremos continuar realizando em 2018 e consequentemente nos próximos anos que virão. Também temos contribuído com os mutirões de saúde que são realizados na cidade, fornecendo médicos para atendimentos gratuitos.

MA - Esse mutirões, são realizados pela prefeitura, correto? Mesmo com divergências políticas com a atual gestão, o senhor ainda se coloca a disposição para participar desse projeto? Pergunto isso, por que é natural no velho jeito de fazer política, que a divergência de opiniões políticas, impossibilite adversários em trabalhar pelo bem comum da sociedade.

LA - Olha Marcos, sempre pensamos diferente, o meu objetivo, juntamente com o da Fernanda e de toda a família Santa Monica, foi e será em separar as coisas, o projeto social é uma coisa, e o projeto político é outra. Como já citei, já realizávamos projetos com a nossa família há mais de uma década, ou seja, nosso objetivo com o Santa Monica para todos é servir a comunidade, independentemente da política.
Marcos, também patrocinamos atletas da cidade, pois acreditamos na força que tem o esporte na construção de uma sociedade melhor, como também patrocinamos eventos sociais e ajudamos algumas entidades de classe.

MA - Tanto eu como a minha família, já procuramos os serviços da clinica, na qual fomos muito bem atendidos e vimos também, que tem muita qualidade com um preço bastante acessível. Mesmo assim, sabemos que há muitas pessoas e famílias carentes na cidade, existe algum projeto que possa também atender essas famílias?

LA - Sim, sim. Marcos, alem desses projetos sociais, nós temos cotas mensais gratuitas de consultas e exames para população, criando assim um acesso mais fácil a saúde para as pessoas mais carentes da cidade.

MA- Dr. Lucas, após a vinda do deputado Daniel Vilela a cidade, na qual disse que gostaria de te-lo como candidato a deputado federal nessa próxima disputa, que gostaria de transferir o gabinete dele para você e que esse era um desejo pessoal dele e do partido, e que estaria conversando com o partido sobre essa possibilidade até as convenções do mesmo. Após essa declaração, você foi bombardeado nas redes sociais, com acusações que o projeto social Santa Monica para todos, teria sido usado como um trampolim político e nada mais. Isso é verdade doutor?

LA - Marcos, infelizmente muitas pessoas hoje em nossa cidade, são mal intencionadas, na qual não pensam realmente na população, e é evidente que elas nunca apoiarão um projeto como esse, que leva mais dignidade a população mais carente, como a saúde, que na verdade é um direito garantido na constituição a todos e que deveria ser uma das prioridade do governo.
Respondendo a sua pergunta, Não! Os projetos sociais estão acima de qualquer processo político, são projetos que nos fazem muito bem, nos tornando pessoas melhores, em estar ajudando e contribuindo com a sociedade e é uma forma de retribuirmos todo carinho e recepção que recebemos pela cidade de Águas Lindas.

MA -  A pergunta que nos quatro cantos da cidade tem sido feita. Você entrará nessa disputa eleitoral para deputado federal?

LA - Marcos, vou ratificar aqui, uma das resposta que dei em alguns grupos políticos de whatsapp da cidade hoje. Esta decisão cabe a mim decidir. Não sei o porquê de tanta preocupação, desses que se importam apenas com possíveis votos que o seu candidato poderá vir a perder ou não. Não me refiro aos que tem acreditado nesse projeto, e que a preocupação principal e verdadeira é conosco e com a continuidade da nossa missão.
Não usei nenhuma plataforma ou degrau para tomar esta decisão. Você mesmo ao entrevistar o Daniel, viu o que ele disse, que é um desejo da sociedade, que ouviu os pedidos nas ruas enquanto andou conosco em sua visita. As palestras são convites de pessoas comuns ou entidades de classes. O projeto social está bem acima de política. Se eu achar por bem participar, virei. Se não, não virei. O processo democrático permite a todos o direito de participação.

MA - Obrigado Dr. Lucas por nos atender, sempre tratar a imprensa com muito carinho. Nós do Jornal Águas Lindas lhe desejamos muito sucesso, seja qual for a sua decisão e caminho.

LA -  Eu que agradeço Marcos, pela confiança e oportunidade que o Jornal Águas Lindas tem nos dado para esclarecer tudo para cidade. Sei da importância de uma imprensa livre e acessível a todos. Obrigado.


Encerro o Ponto de ? dessa semana, deixando algumas interrogações no ar... 

  • A preocupação dos críticos de plantão, são com o bem da cidade?, ou com os votos que podem perder com a vinda do Dr. Lucas para esse pleito?
  • Até quando a grande parte da nossa sociedade, decidirá continuar sendo massa de manobra de coronéis da velha e cruel política? Quando decidirão acordar? 
  • Será que serão mais quatro anos onde a cidade não terá um representante a nível estadual e federal, por causa da ambição de muitos, que não conseguem se unir pelo o bem comum? 
  • E você! Qual a sua opinião? O Dr. Lucas Antonietti, deve entrar nessa próxima disputa para candidato federal? ou deve esperar para 2020? 


Por Marcos Alexandre 
Ponto de ?
Jornal Águas Lindas















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas