PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Descaso! Brazlândia é um bairro da Ceilândia? - Marcos Alexandre

Para utilizar alguns dos serviços públicos, o morador de Brazlândia agora precisa se deslocar para outras cidades satélites. 






Olá questionadores da verdade.

Nessa semana no seu Ponto de ? abordaremos o descaso que Brazlândia está vivenciando nesses últimos dias.  Brazlândia, RA IV do Distrito Federal, com mais de 80 anos e mais de 55 mil habitantes, já leva a marca por muitos durante a sua existência, de uma cidade dormitória, na qual segundo os críticos, sem muitas oportunidades de crescimento econômico.

Situada a 59 quilômetros do Plano Piloto, Brazlândia é uma cidade com características interioranas e se destaca na agricultura, no cultivo de tomates, goiabas e morangos. É a 3ª maior produtora de morangos do Brasil. Tem a maior colônia de japoneses do Distrito Federal, o que muito colaborou para que a região seja hoje responsável por quase 60% do abastecimento agrícola do Distrito Federal e entorno. e também explorar turisticamente a região, que é riquíssima em belezas naturais e com festividades tradicionais o ano todo.

Na época da inauguração de Brasília nos anos 60, Brazlândia, já incorporada ao Distrito Federal, foi anexada como então cidade-satélite de Brasília e tinha menos de mil moradores, nos anos seguintes a cidade experimentou em crescimento acelerado.

Mas na verdade amigo leitor, o que tem aparentado nos últimos anos é que a mesma ainda continua apenas como incorporada e não como anexada, como uma cidade-satélite, pois por incrível que pareça, muitos do serviços que um RA por lei deveria ter disponível para os seus habitantes, hoje Brazlândia não tem mais.

Vou falar hoje especificamente da Receita Federal,  que deveria está presente em Brazlândia, mas hoje o morador da cidade precisa se deslocar para outras cidades satélites como Ceilândia e Taguatinga para obter os serviços. Que nesse momento é crucial, pois estamos no fechamento da janela para a declaração de imposto de renda.

Segundo informações da Agência Brasília  o posto da receita foi fechado para que o Na Hora fosse instalado no local, propiciando assim mais serviços para a comunidade, e que o posto já estaria em funcionamento a partir do dia 02 de abril. Porem caro leitor, nada está em funcionamento, nem a Receita e muito menos o Na Hora, e já está completando um mês do suposto inicio das atividades.

Liguei para Receita Federal e fomos informados que o posto do Na Hora, já deveria está em funcionamento, e no site da Receita não consta mais a unidade da mesma.


Não conseguimos contato com administração do Na Hora, porém acessamos o portal do mesmo, e não consta nem uma unidade disponível na cidade de Brazlândia.


Estive hoje (27) pela manha no local com outros moradores buscando um serviço que é direito nosso,  e fomos surpreendidos com a informação de um funcionário que não será identificado, que tudo está pronto para o atendimento, porem sem data para começar, e segundo o mesmo, que ninguém se importa com os moradores de Brazlândia. Nos informou que teríamos que nos deslocar até Ceilândia ou Taguatinga.

Como disse no começo, esse é um dos serviços que uma RA deveria ter, porem Brazlândia é privada dos mesmos. Um descaso da atual administração, do GDF e da representação legislativa da cidade satélite. Você deve está se perguntando? Brazlândia tem um deputado?

Poi lhe respondo, por incrível que pareça, diante de descasos como esse, ela tem sim, pelo menos era para ter, pois o atual eleito é o senhor Juarezão (PSB), deputado distrital que conquistou nas ultimas eleições, 15.923 votos.



Juarezão (PSB) protagonista de algumas situações peculiares nos últimos meses, como o caso do funcionário fantasma e o áudio vazado de uma conversa com uma possível amante, na qual teve um desfecho na 18ª Delegacia de Polícia da cidade.

Na verdade o que vemos em Brazlândia, é que a mesma é usada apenas como um trampolim político para a câmara distrital, federal e GDF. É uma vergonha para atual administração, para o representante da cidade no legislativo, para o GDF, uma situação como essa, descasos como esses, falo no plural, pois poderia citar vários outros, como a saúde.

Até o momento do fechamento dessa matéria não obtive resposta da administração de Brazlândia, da administração do Posto Na Hora, e do Dep. Juarezão.

Ah. Infelizmente vou ter que encerrar o nosso bate papo, pois tenho que me deslocar até a Receita Federa da  Ceilândia.

Encerro o Ponto de ? dessa semana com as seguintes perguntas?


  • Brazlândia é um bairro da Ceilândia? 
  • Uma RA de faixada? Um trampolim político?
  • Juarezão, é representante de Brazlâdia? 


Por Marcos Alexandre
Ponto ? - Jornal Águas Lindas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas