PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Guarda Metropolitana prende dois por manter meninas de 11 anos sob cárcere e violência sexual

Meninas eram obrigadas a mandar mensagens aos celulares das mães e dizer que estavam bem, e que fugiram por conta própria, diz GCM





 Guarda Civil Metropolitana (GCM) encontrou, nesta sexta-feira (27), duas garotas de 11 anos que estavam desaparecidas há dois dias. As menores estavam sendo mantidas em cárcere por um rapaz de 20 anos que abusou das garotas e ofereceu drogas para as mesmas, no Setor Maria Dilce, na região Norte de Goiânia.

O guarda civil Rayone Perez, que conduziu as buscas pelas garotas, contou que as mães das meninas procuraram a GCM na quarta-feira (25) relatando que as filhas saíram da escola no período da tarde e não retornaram à suas casas. No mesmo dia, uma das menores foi vista no período da noite andando sozinha na Perimetral Norte.

Ao ser abordada pelos guardas, a menina que estava suja e com fome, não quis informar inicialmente onde estava a colega. Após ser ouvida, a garota revelou que fugiu da casa do rapaz após este se trancar no quarto com a outra menor.

Nesta sexta-feria, 27, a GCM conseguiu encontrar a casa descrita pela garota e resgatou sua colega. “Na casa nós abordamos o indivíduo e encontramos a segunda menor que estava trancada no quarto, estava sendo mantida lá. Essa residência era completamente insalubre, um estado deplorável. Nós encontramos várias porções de droga, um pé de maconha e objetos roubados”, conta o guarda.

Segundo o policial, o suspeito apontou que ele e um amigo de 18 anos, que também foi preso, abusaram das garotas e fizeram uso de droga com as mesmas. No período em que estiveram com as meninas, os suspeitos obrigaram-nas a enviar fotos e mensagens para as mães falando que estavam bem e fugiram de casa por vontade própria.

Os dois rapazes foram presos, sendo que o mais velho tinha um mandado de prisão em aberto. Já as garotas foram conduzidas para o Instituto Médico Legal (IML) para realização de corpo de delito e só depois foram entregues às famílias.

Fonte: Mais Goiás / Jornal Águas Lindas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas