PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Menino acorda de coma após pais decidirem desligar aparelhos que o mantinham vivo

Ele tinha um tipo raro de câncer pulmonar, mas se recuperou e foi considerado estável




             
m menino, na época com dois anos de idade, surpreendeu a família depois de acordar de um coma momentos depois de os pais dele concordarem em desligar os aparelhos que o mantinham vivo.Dylan Askin, de Shelton Lock, um subúrbio da cidade de Derby, no Reino Unido, foi diagnosticado com um tipo raro de câncer pulmonar há pouco mais de dois anos. A doença atinge uma pessoa a cada dez milhões.

Os médicos acreditavam que o menino não sobreviveria, e os pais dele tomaram a difícil decisão de desligar os aparelhos. Mas, de repente, ele acordou e logo começou a recuperar as forças. Ele foi considerado estável em um domingo de Páscoa.

Agora, dois anos depois, Dylan está curado. “Eu estava firme na crença de que Dylan era nosso milagre de Páscoa. Eu não sou religiosa, mas acreditei que foi um milagre”, disse Kerry Askin, mãe do menino, ao Daily Mail.

O caso. No Natal de 2015, Dylan foi às pressas para o hospital com dificuldades para respirar e foi detectado que ele estava tendo um colapso nos pulmões. Exames mostraram que os órgãos estavam 80% cobertos por cistos.

No começo, ele se recuperou o suficiente para deixar a ala de cuidado intensivo, mas depois teve uma convulsão febril e contraiu pneumonia bacteriana.

Na Sexta-Feira Santa de 2016, os médicos disseram que Dylan não ia resistir. “Todas as configurações de todos os aparelhos estavam operando no máximo e ele ainda estava lutando. Nós o batizamos [no leito] e toda a família veio de todos os lugares para dizer adeus, inclusive o irmão mais velho dele”, disse Kerry.
Quando os médicos tiraram a medicação e começaram a sedá-lo, o coração de Dylan começou a bater em níveis normais. “Nós apenas dissemos ‘pare, ele ainda está lutando'”, contou a mãe. Os aparelhos foram retirados no dia do aniversário de casamento dos pais dele.

Os níveis de oxigênio do menino começaram a melhorar e, no domingo de Páscoa, o quadro dele tinha se estabilizado. Dylan foi para casa no dia 16 de maio e no dia 21 de julho terminou o tratamento contra o câncer.

Agora, os pais dele estão apoiando uma campanha para uma instituição de caridade que ajuda jovens com câncer e que providenciou uma assistente social para a família. Eles pedem que as pessoas comprem ovos de Páscoa do local para que continuem ajudando outras pessoas.

Fonte: Estadão Conteúdo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas