PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Alunos de São Sebastião recebem embaixadora dos Emirados Árabes Unidos


Encontro é retribuição à ida dos estudantes do Centro de Ensino Fundamental Miguel Arcanjo à representação diplomática do país no Brasil, em 21 de junho. Atividade faz parte do programa Embaixadas de Portas Abertas



Centro de Ensino Fundamental Miguel Arcanjo recepcionou na manhã desta sexta-feira (29) a embaixadora dos Emirados Árabes Unidos no Brasil, Hafsa Abdulla Mohamed Sharif Al Ulama. O encontro foi uma retribuição à visita feita pelos alunos à embaixada em 21 de junho.

A visita faz parte do Embaixadas de Portas Abertas e fecha o semestre do programa do governo de Brasília que promove intercâmbio entre escolas públicas e representações diplomáticas na capital federal.

Foram apresentados a Hafsa a história e os projetos da escola, como a horta cultivada pelos estudantes e as aulas de capoeira.

Participante do projeto, o aluno do 6º ano William Martins Barrado, de 11 anos, fez o discurso em nome da turma em inglês. O menino disse ter treinado muito em casa para o momento e não queria perder a oportunidade de agradecer. “Gostei demais de tudo que tinha lá. Foi uma experiência muito legal.”

Já a embaixadora, que ainda está no processo de aprendizagem do português, deu bom-dia em árabe e em inglês, mas esforçou-se para expressar a gratidão no idioma do Brasil. “Essa é uma excelente iniciativa. Espero que tenha sido divertido e educativo. Desejo muito sucesso e espero vocês nos Emirados Árabes Unidos.”


Para o coordenador da Regional de Ensino de São Sebastião, Paulo Viana, o Embaixadas de Portas Abertas é um meio de diminuir preconceitos por meio do conhecimento.

“A partir do momento que conhecemos a cultura do outro, como o outro vive, vemos que todos nós somos seres humanos, independentemente de cor, da religião ou de qualquer outra coisa”, enfatizou.

O colégio recebeu uma placa de escola parceira do Embaixadas de Portas Abertas, e a embaixada, um certificado.

Além disso, a instituição deu à embaixadora uma cesta com temperos e doces produzidos na região, entre eles a rapadura. A representante diplomática levou como lembrança também uma foto do dia em que os alunos fizeram o passeio e cartas de agradecimento escritas à mão.

Para fechar a visita, um lanche preparado pela comunidade escolar foi servido aos presentes. Entre os quitutes estava um biscoito de maisena feito em oficina com os alunos do ensino especial.

O programa Embaixadas de Portas Abertas

O Embaixadas de Portas Abertas começou, como piloto, em 2015 e foi instituído oficialmente em 9 de agosto de 2017.

A iniciativa é uma parceria da Assessoria Internacional com a Secretaria de Educação e a Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) — que leva os alunos às embaixadas.

As representações diplomáticas interessadas em participar podem enviar e-mail para assessoria.internacional@buriti.df.gov.br.

As atividades fazem parte do programa Criança Candanga, conjunto de políticas públicas voltadas para a infância e a adolescência em Brasília.

Fonte: Agência Brasília/Jornal Águas Lindas


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas