PLANTÃO DE NOTÍCIAS

“Eu sou candidato ao Senado para derrotar o Marconi”, diz Kajuru


Ele ainda criticou as notícias que deixam dúvidas sobre a pré-candidatura a senador
   

vereador de Goiânia Jorge Kajuru (PRP) disse ao Mais Goiás que não existem dúvidas sobre a sua pré-candidatura ao Senado Federal. Segundo ele, as notícias que dizem o contrário são plantadas a mando do ex-governador de Goiás Marconi Perillo. Ele enfatiza que não vai concorrer a deputado federal, como o partido quer.

“Se Deus falasse pro Marconi agora: ‘o que você deseja, ex-governador, qual é o seu sonho?’ Ele vai dizer: ‘Deus, por favor, convença o Kajuru a ser candidato a Federal. Mas aí, lamentavelmente, não tem jeito de me convencer. Eu sou candidato ao Senado para derrotar o Marconi”, disse.

Kajuru ainda criticou a pesquisa Serpes, divulgada na última semana, afirmando que ela está desmoralizada e que ele mesmo fez isso ao divulgar os áudios do ex-governador. Ainda segundo ele, a Organização Jaime Câmara tem repensado a divulgação dos resultados da Serpes: “a opinião pública fica sem saber se é uma pesquisa do Serpes ou do O Popular. Ou dos dois”.

O Instituto Lupa realizou pesquisas a pedido do PSB, partido da senadora Lúcia Vânia. Contudo, ela não divulgou os resultados, justificando que os dados são os mesmos do Instituto Diagnóstico, divulgado pelo Jornal Diário da Manhã.

“A Lúcia Vânia falou pra mim, claramente, olhando nos meus olhos, que na pesquisa que ela fez eu estou na frente dela com 8%. O Marconi está em 4º. Terceiro é o Wanderlan. Eu com 12% na frente do Wanderlan e com 14% na frente do Marconi. Eu não entendi porque a Lúcia não falou isso [em entrevista nesse final de semana]. Ela falou pra mim, falou pro Daniel Vilela, na boa, tranquila”, afirmou Kajuru. Ele ainda completou dizendo que ela está muito surpresa com esses dados, mas que ela reconheceu que é impossível ganhar dele.

Base aliada

Sobre a indefinição da pré-candidatura da senadora, o vereador ainda afirmou que entende a senadora. “Ela está muito sentida. E com razão, eu a defendo. Porque o que governo está fazendo com ela”, enfatizando a presença de Demóstenes Torres nas reuniões, eventos e viagens ao lado do governador José Eliton.

A presidência do Partido Republicano Progressista (PRP) teria solicitado que as chapas não sejam divulgadas antes do prazo final para oficialmente se manifestar, que é em 05 de agosto. Sobre o apoio dentro do seu partido, Kajuru disse que o presidente da executiva estadual, Jorcelino José Braga, assim como a presidência nacional, não concordam com sua decisão de concorrer ao Senado.

E o pré-candidato vai mais a fundo, dizendo que ele ouve aos apelos do seu público nas redes sociais, por meio das enquetes que realiza. “88% prefere a candidatura ao senado. E 12% a deputado federal”, afirmou. “É contra, mas respeita”, disse, tanto sobre Jorcelino, que afirmou ser seu melhor amigo, quanto do restante do PRP. “Mas eu tenho que pensar é no meu sonho, não no do partido”, finaliza Kajuru.

Fonte: Mais Goiás/Jornal Águas Lindas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas