PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Operação da PF mira 15 suspeitos de desvio de dinheiro em obras do Rodoanel


Operação batizada como "Pedra no Caminho" tem como alvo Laurence Casagrande Lourenço, ex-diretor presidente da Dersa, estatal responsável pelas rodovias do estado

 Polícia Federal faz, nesta quinta-feira, uma operação que mira 15 suspeitos de desvio de dinheiro nas obras do trecho norte do Rodoanel Mário Covas. A ação foi batizada de “Pedra no Caminho” e tem como principal alvo Laurence Casagrande Lourenço, ex-diretor presidente da Dersa — estatal responsável pelas rodovias do estado de São Paulo. As informações são do “G1”.

Laurence, que atualmente está à frente da Companhia Energética de São Paulo (Cesp) e no último ano acumulou o cargo de secretário de Transportes e Logística do governo Geraldo Alckmin (PSDB), teve um mandado de prisão expedido pela Justiça Federal.

genharia da Dersa, um gerente responsável pelo trecho norte do Rodoanel, fiscais e executivos das empreiteiras que realizam a obra também tiveram a prisão decretada.

Segundo relatórios do Tribunal de Contas da União (TCU), da Controladoria Geral da União (CGU) e um laudo pericial da PF há indícios de fraude, superfaturamento e sobrepreço nos contratos firmados entre a Dersa e as empreiteiras.

Foram encontrados indídios de irregulares em cinco dos seis lotes em que a construção do trecho está dividida. Só no lote 2, analisado pelo TCU, as irregularidades somam R$ 110 milhões.

Fonte: Mais Goiás/Jornal Águas Lindas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas