PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Raquel Dodge cria força-tarefa para apurar desvios no Mané Garrincha


Quatro procuradores em Brasília ficarão responsáveis por detalhar o possível rombo ocorrido durante a reconstrução da arena de futebol



Quatro procuradores em Brasília foram designados pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para integrar uma força-tarefa destinada a aprofundar investigações sobre os desvios de recursos na construção do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Entre os 12 réus da Operação Panatenaico, estão os ex-governadores Agnelo Queiroz (PT), José Roberto Arruda (PR) e o ex-vice-governador Tadeu Filippelli (MDB). As informações são da coluna Expresso, da revista Época.

A Panatenaico foi originada a partir do depoimento de Clóvis Primo, ex-executivo da Andrade Gutierrez, que expôs detalhes do conchavo responsável, segundo a Polícia Federal, por desvios milionários de recursos públicos durante a construção do novo estádio.

A operação da Polícia Federal ocorreu em maio de 2017, quando Arruda, Agnelo e Filippelli foram presos. Fontes do Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) informaram que essas são apenas as primeiras denúncias de um longo processo.

Casos mais complexos ainda estão sendo analisados. Outros indiciados pela Polícia Federal, além dos 12 já citados, também poderão ser denunciados em um segundo momento.

Fonte: Metrópoles/Jornal Águas Lindas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas