PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Suspeito de violência sexual contra funcionária do MDH é terceirizado


O homem investigado por abusar sexualmente ou estuprar uma funcionária do Ministério dos Direitos Humanos é funcionário de uma empresa de serviços gerais contratada pelo órgão


 crime teria ocorrido dentro do local de trabalho, no edifício Parque Cidade Corporate, na Asa Sul

O suspeito de cometer violência sexual contra uma funcionária do Ministério dos Direitos Humanos é um funcionário terceirizado do órgão, lotado no edifício Parque Cidade Corporate. A pasta tomou conhecimento do crime na tarde de quarta-feira (26/7), como divulgado com exclusividade pelo Correio. Investiga-se se o homem cometeu assédio sexual ou estupro contra a vítima.

O suspeito faz parte da equipe de serviços gerais de uma empresa terceirizada — a mesma que a vítima integra. A mulher é uma das funcionárias do quadro da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Ministério dos Direitos Humanos (SNDPD/MDH). Uma amiga e colega de trabalho dela foi quem informou o órgão, após uma conversa sobre o ocorrido. O crime teria sido cometido dentro do local de trabalho.

Pedido ao MP

O ministro Gustavo Rocha acompanha o caso e pediu apoio do Ministério Público (MP) para a investigação do crime, que, a princípio ficou sob responsabilidade da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam).

Por nota, a assessoria do Ministério esclareceu que representantes ofereceram atendimento psicológico à vítima e estão em constante contato com a mãe dela. Questionada sobre as circustâncias e envolvidos no caso, limitou-se a informar que "a investigação está correndo em sigilo e não temos novidades".

A Divisão de Comunicação da Polícia Civil também foi procurada, contudo, apontou que os agentes não têm novas informações sobre o crime.

Fonte: CB/Jornal Águas Lindas





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas