PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Jovem que disse ser “demônio” ao matar pai a facadas continuará preso

Juiz determinou que Gabriel Braga permaneça separado dos demais presos e seja encaminhado imediatamente para a internação cautelar




Justiça do Distrito Federal converteu em preventiva a prisão em flagrante de Gabriel Lima Braga, 23 anos. Ele foi preso pela Polícia Militar, na madrugada dessa segunda-feira (13/8), acusado de matar o pai e tentar assassinar a mãe com golpes de faca na Colônia Agrícola Samambaia, em Vicente Pires.

Segundo depoimento da mãe, prestado no hospital, o rapaz seria envolvido com magia negra e feitiçaria. Em audiência de custódia realizada na manhã desta terça-feira (14), o juiz Aragonê Nunes Fernandes destacou o relato dela.

“Ao que tudo indica — e pode ser colhido inclusive dos relatos da vítima e do próprio autuado nesta assentada –, os crimes teriam relação com ritual de magia negra e o desfecho só não foi pior porque o pai, antes de falecer, protegeu sua esposa, impedindo a morte”, assinalou o magistrado, na decisão.

O juiz determinou que Gabriel Braga permaneça separado dos demais presos e seja encaminhado imediatamente para a internação cautelar “tendo em vista que aparentemente ele possui problemas de ordem psicológica/psiquiátrica”.

Crime bárbaro

“Ele falava: ‘Eu amo vocês, mas eu tenho que fazer isso’”, revelou a mãe Josenita Lima Braga, 50 anos. À polícia, a mulher contou que ela e o marido, José Pereira Braga, 57, pediram misericórdia, mas o filho não cessou os ataques.

Gabriel partiu na direção da mulher e a esfaqueou no rosto, pescoço, braço e na barriga. Josenita só não ficou mais ferida porque o marido, mesmo sangrando, conseguiu defendê-la. Ela já teve alta médica.

Quando os policiais militares chegaram à casa da família, encontraram a porta trancada. Após arrombá-la, deram de cara com o suspeito e as vítimas. O casal foi socorrido ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT). O homem não resistiu e morreu.

Gabriel Lima Braga foi levado para a 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga), onde foi autuado por homicídio e tentativa de homicídio.

Investigadores da 38ª DP (Vicente Pires) acreditam que Gabriel premeditou o crime. Ele teria escondido a chave do quarto do casal e impedido que a porta fosse trancada por eles. Ambos foram esfaqueados enquanto dormiam. Em surto, o rapaz chegou a se apresentar como o “demônio” para os policiais militares que o prenderam.

Fonte: Metrópoles / Jornal Águas Lindas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas