PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Caiado e Daniel são criticados por ausência em debate televisivo

Segundo as assessorias de imprensa dos dois canditados, eles não compareceram devido a compromissos de campanha.




s candidatos ao Governo de Goiás que não participaram do debate organizado pela Nova TBC nesta segunda-feira (17), Ronaldo Caiado (DEM) e Daniel Vilela (MDB), foram criticados durante o programa. As ausências foram justificadas por compromissos de campanha pelas assessorias.

“Considero uma tremenda falta de respeito dos candidatos, que não tiveram o respeito com o público”, disse a jornalista Carol Matos, convidada. Estiveram presentes Weslei Garcia (PSOL), José Eliton (PSDB) e Kátia Maria (PT). O convite foi feito aos cinco melhores colocados nas pesquisas para o pleito de 2018.

Weslei Garcia (PSOL) afirmou repetidas vezes que os concorrentes são “fujões, dois foragidos, não querem vir debater”. José Eliton (PSDB) parabenizou os dois presentes e repudiou as ausências. “Eu espera que eles tivessem a dignidade de respeitar o cidadão, o eleitor. Vir aqui, trazer suas ideias, suas propostas”.

Em suas falas, ao criticar a permanência dos demais partidos no poder há muitos anos, a petista Kátia Maria também fez críticas às ausências dos oponentes.

Destaques

A desenvoltura de Weslei Garcia chamou atenção. Ele apresentou posicionamento mais combativo, principalmente em relação a José Eliton. Questionou o governador sobre valorização de servidores públicos, o benefício para as grandes empresas em processos de licitação, como a Odebretch e a Delta, afirmando que o estado abriu espaço para “instalação de um gargalo de corrupção”.

Garcia ainda criticou os gastos do Governo Estadual com publicidade. Ele repetiu um discurso que tem feito a José Eliton: “vive em um conto de fadas, o País das Maravilhas”. Kátia Maria também fez críticas sobre as Organizações Sociais (OSs) e à venda da Celg para a Enel. José Eliton manteve a estratégia que tem adotado em debates: citar obras e projetos já existentes.

Sobre saúde pública, o tucano usou o mesmo discurso do programa eleitoral gratuito. “Quando eu precisei, eu usei o Hugo. Um hospital público, gratuito”, disse, em referência a um atentado sofrido por ele em 2016.

A candidata Kátia Maria tem repetido que só existem dois caminhos nas eleições de 2018 em Goiás: “time do Lula”, representado por ela e, do outro lado, estão os partidos Democratas, PSDB e MDB, que representam, segundo ela, o caminho para “deixar Goiás como está”.

Cultura

Na manhã desta segunda-feira, artistas realizaram uma manifestação em frente ao Palácio Pedro Ludovico Teixeira sobre o pagamento do edital do Fundo de Arte e Cultura de Goiás referente aos anos de 2015, 2016 e 2017.

O assunto foi levantado pelo jornalista Giuliano Cabral, da Rádio Brasil Central. Ao comentar o tema, Eliton afirmou que foram liberados R$ 1,2 milhão dos R$ 2,5 milhões. A justificativa dada pelo governador para a liberação parcial é o atraso na entrega de documentos dos participantes.

Fonte: Mais Goiás / Jornal Águas Lindas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas