PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Professor é suspeito de forçar beijo contra adolescente dentro de escola em Cidade Ocidental

À diretoria, ele admitiu ter "perdido a cabeça"; PC o investiga por estupro. Por meio de outra aluna, educador convocou estudante a uma sala de aula, onde ficariam sozinhos; lá ele tentou agarrá-la, mas a vítima conseguiu fugir.


    Momento em que estudante conseguiu fugir foi registrado por câmeras de segurança (Foto:      divulgação/PC)




 professor de inglês da rede municipal de ensino de Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal (DF), admitiu – segundo a Polícia Civil (PC), à diretoria da Escola Municipal Nova Friburgo, ter forçado um beijo contra uma aluna de 14 anos na última segunda-feira (17). O caso ocorreu no período matutino, dentro de uma sala de aula. O homem ainda não foi intimado, mas pode responder criminalmente por estupro.

Naquele dia, a estudante, que conseguiu se desvencilhar do ataque, saiu correndo da sala onde estava sozinha com o educador e revelou a uma colega ter sido vítima de assédio. O momento da fuga foi flagrado por uma câmera do circuito de segurança da unidade. Ao delegado Daniel Marcelino, a vítima detalhou que o professor, cujo nome não foi revelado, a convocou à referida sala de aula por meio de outra estudante, dizendo que gostaria de ter uma conversa com ela.

“Ao entrar, o suspeito fechou a porta e tentou agarrá-la. Depois que fugiu, contou a uma colega, depois a uma professora e, na sequência, ele foi chamado na direção, onde admitiu o fato e afirmou ‘ter perdido a cabeça’. A coordenação liberou o homem para ir embora e mais tarde a família veio à delegacia registrar ocorrência”.


Sintomas

De acordo com as declarações da vítima à PC, o professor já dava sinais de que não conseguiria se conter. “A garota não foi bem precisa, mas disse que ele ficava encostando nela com frequência e também dizia algumas coisas, elementos que entendemos como assédio. Ainda não sabemos se essas atitudes eram tomadas diante de outras pessoas, mas ela só revelou isso agora, diante desse último ocorrido”.

Marcelino afirma que testemunhas já foram ouvidas e o inquérito deve ser encerrado ainda nesta semana, com a oitiva do suspeito. “Ele ainda não foi intimado, queríamos ouvir todo mundo para saber o que aconteceu sob o ângulo de todas as testemunhas para depois interrogá-lo com elementos mais sólidos”.

O educador poderá ser indiciado por estupro. “Estamos investigando se ele chegou a tocar no corpo e/ou partes íntimas da estudante, o que pode configurar estupro”. O caso também é acompanhado pelo conselho tutelar da cidade. A redação tentou contato com a conselheira responsável pelo caso, mas as ligações e mensagens não foram respondidas.

Nota

A Prefeitura de Cidade Ocidental se manifestou em nota, por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esportes e Lazer. Confira a íntegra:

“A Prefeitura Municipal de Cidade Ocidental, através da Secretaria de Educação, Cultura, Esportes e Lazer através da presente manifestação consigna que foi procurada por representantes dessa emissora noticiando fatos envolvendo, supostamente, um servidor e uma aluna integrante da rede de ensino sob sua responsabilidade. Salienta que tal questão está resguardada e amparada pelas disposições contidas no Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei federal nº 8.069/90, que garante a preservação, a proteção e o bem-estar dos menores de 18 anos. Outrossim, apenas assevera que não tratará mais sobre o citado assunto na imprensa, posto que todas as medidas administrativas, e perante o Ministério Público, Polícia Civil e Conselho Tutelar já foram adotadas e empreendidas a contento e atempadamente, bem como todos os esforços necessários à preservação do bem-estar foram adotados e estão em execução medidas concretas”.

Fonte: E mais Goiás / Jornal de Águas lindas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas