PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Vanderlan e Kajuru são eleitos senadores por Goiás.

Candidatos desbancaram os atuais senadores Wilder Morais e Lúcia Vânia; ex-governador Marconi Perillo ficou em 5º lugar; veja a votação de todos os candidatos.

Vanderlan e Jorge Kajuru foram eleitos senadores por Goiás — Foto: Weimer Carvalho/O Popular




Vanderlan, do PP, e Jorge Kajuru, do PRP, foram eleitos, neste domingo (7), senadores da República por Goiás para os próximos oito anos. Vanderlan recebeu 31,35% dos votos válidos, com 1.729.637 votos, e Kajuru totalizou 1.557.415 votos, o que representa 28,23% dos votos válidos.

 Vanderlan e Kajuru derrotaram os atuais senadores Wilder Morais (DEM) e Lúcia Vânia (PSB), além do ex-governador Marconi Perillo (PSDB), que ficou em 5º lugar na votação para o cargo no estado.

Vanderlan é filiado ao PP e integrou a coligação “Novas Ideias, Novo Goiás”. Ele tem 55 anos, tem ensino médio completo e está filiado ao partido desde abril de 2018. Foi prefeito de Senador Canedo. Nasceu em Iporá (GO). Já Jorge Kajuru é filiado ao PRP e integrou a coligação “A Mudança é Agora”. Ele tem 57 anos e concluiu o ensino fundamental. Kajuru é vereador de Goiânia. Nasceu em Cajuru (SP).

“Nós nunca entramos em polêmica, sempre apresentamos propostas, esse foi o fator fundamental. E foi uma campanha alegre, bonita, as pessoas acreditando no projeto, então isso foi fundamental. Eu agradeço ás pessoas que acreditaram que votaram em nós. O interessante é que nós ficamos em primeiro, tivemos quase 200 mil votos a mais do que ele [Kajuru]. Tudo isso para honra e glória de nosso Deus pai todo poderoso”, afirmou Vanderlan em entrevista coletiva.

O G1 tentou contato por telefone com o senador eleito Jorge Kajuru, às 21h10 deste domingo, mas as ligações não foram atendidas até a última atualização desta reportagem.

Neste ano o eleitor escolheu dois candidatos ao Senado porque o mandato é de oito anos, mas as eleições ocorrem de quatro em quatro anos. Assim, a cada eleição, a Casa renova, alternadamente, um terço e dois terços de suas 81 cadeiras. Neste ano, 54 vagas estavam em disputa no país.

Fonte: G1 / Jornal Águas Lindas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas