PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Vereador é preso após tentar matar homem a tiros durante discussão em bar de Piranhas.

Segundo delegado, político alegou que tentou se defender, pois se sentiu "ameaçado" por cliente após conversa sobre decisão judicial. Porém, vítima afirma que ele saiu do local, buscou a arma e voltou para baleá-lo.



 vereador Cleuber Vilela Leite, de 42 anos, foi preso suspeito de tentar matar um homem a tiros depois de uma discussão num bar de Piranhas, no sudoeste de Goiás, onde exerce seu mandato. Durante a briga, o disparo acabou não atingindo a vítima. Segundo a Polícia Civil, o político alegou que tentou se defender, mas testemunhas relataram que ele foi embora após o entrevero e voltou com o intuito de cometer o homicídio.

Em nota, a defesa do vereador informou que " em momento algum o investigado tencionou ceifar a vida da vítima, e que tudo ocorreu após incisivas e constantes ameaças da vítima contra sua vida e de seus familiares".

Além disso, disse que o vereador vem colaborando com o esclarecimento dos fatos e que estão sendo tomadas as medidas judiciais cabíveis para assegurar ao vereador o direito de aguardar o fim das investigações em liberdade.

O fato aconteceu na noite de sábado (15). De acordo com o delegado Marlon Souza Luz, responsável pelas investigações, Cleuber alegou que, ao chegar ao bar, um cliente comentou sobre uma disputa na Justiça pela propriedade de um terreno.

"O vereador afirmou que a decisão foi favorável a ele e que essa pessoa disse algo do tipo, "olha, isso pode dar problema". Ele afirmou que entendeu isso como uma ameaça e para se defender acabou atirando".

A vítima conseguiu segurar o braço do parlamentar e o disparo não o atingiu. Em seguida, ele deixou o local.

Outra versão
Porém, conforme o delegado, a vítima e testemunhas contaram outra versão. O alvo, inclusive, confirmou que houve a discussão pelo motivo apresentado, mas que ele falou em tom de brincadeira, sem a intenção de ameaçá-lo.

"Diante da discussão, segundo a vítima, o vereador saiu do local de moto, foi até sua casa, pegou o revólver, voltou e efetuou o disparo. Ou seja, ele foi ao bar com a intenção de matar o homem", afirmou.

O vereador foi detido pouco tempo depois, em casa. Inicialmente, afirmou que não sabia onde estava a arma. Mas a corporação fez uma revista e localizou o revólver calibre 38 com sete munições intactas.

O parlamentar foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio.

Fonte: G1/ Jornal Águas Lindas


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Marcos Alexandre gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas