PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Suspeito de sequestrar, estuprar e matar jovem é preso após quase ser linchado, e outro envolvido é achado morto, diz delegado

Alguns moradores de Águas Lindas de Goiás acharam o homem escondido em uma casa e bateram nele até que PM chegasse para prendê-lo. Segundo delegado, mais um investigado pelo crime foi encontrado morto.



A Polícia Militar prendeu um homem que quase foi linchado nesta quinta-feira (7) por moradores de Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a corporação, ele é suspeito de participar do sequestro, estupro e morte da jovem Rafaela Martins Cardoso, 18 anos. 

O delegado que estava de plantão, Felipe Sosha, informou que um terceiro investigado por participar do crime foi encontrado morto horas mais tarde.

O G1 não conseguiu identificar quem são os advogados que representam os suspeitos para pedir um posicionamento sobre o caso.

Segundo Sosha, o suspeito preso foi localizado por moradores no Setor Santa Lúcia, que o espancaram. 
“Ele ia ser morto pelos moradores, mas a Polícia Militar foi informada do que estava acontecendo e foi até o local, onde efetuou a prisão”, disse.

Ainda de acordo com o delegado, os moradores ficaram sabendo da participação do suspeito, após outro investigado, já preso, falar quem eram os envolvidos no crime.

“Eles souberam que o suspeito estava escondido em uma residência e foram até lá. Tiraram ele da casa e iniciaram o espancamento”, afirmou Sosha.

O delegado informou que até por volta das 20h desta quinta ainda não tinha ouvido o suspeito, que havia sido levado ao Hospital Bom Jesus, em Águas Lindas de Goiás, com vários ferimentos no corpo.



Investigação

A Polícia Civil começou a apurar o caso de Rafaela como desaparecimento. Durante a busca pela jovem a corporação a encontrou morta e com sinais de abuso sexual e o caso passou a ser tratado como estupro seguido de latrocínio.

“Eles não mataram a vítima para roubar. Na verdade, eles sequestraram a vítima, mas ela teria reconhecido os suspeitos e foi aí que eles decidiram estuprá-la, matá-la e ocultar o corpo na cisterna. O que houve foi uma progressão criminosa”, explicou o delegado.


Fonte: G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas