PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Câmara Municipal de Águas Lindas gasta quase 6 milhões de reais em 8 meses.

Segundo o presidente vereador Rogemberg Barbosa (Republicanos), os gastos são lícitos e realmente estão à disposição de toda população no site da Câmara, conforme determina a lei da transparência.







Por Marcos Alexandre 

Na última terça (12) foi divulgado nas redes sociais o relatório dos gastos dos oito primeiros meses da Câmara Municipal de Águas Lindas de Goiás.

Com o valor total de R$ 5.662.463, incluso o pagamento com os servidores efetivos e comissionados, impostos, pagamento mensal do INSS sobre a folha e prestadores de serviços, está incluso também pagamentos à escritórios de advocacia, restaurantes, supermercados, blogueiros entre outras despesas.

Confira a relação de despesas da Câmara Municipal de Águas Lindas no período de 01 de janeiro de 2019 a 31 de agosto de 2019 



Acesse o portal de transparência da Câmara Municipal de Águas Lindas

LINK:
http://200.199.213.78:8080/sig/app.html#/transparencia/transparencia-despesa-simplificado/

Já é a segunda vez no ano que os gastos da câmara municipal gera debate na comunidade local, a última foi a comparação dos gastos em relação a gestão anterior do presidente, o vereador Evandro do Rainha da Paz (PSB), que em sua gestão não chegou a metade dos gastos do presidente atual, principalmente na área de publicidade.


Confira a nota oficial do presidente da câmara municipal de Águas Lindas de Goiás, Rogemberg Barbosa:



Prezados,
     Após cumprimentar toda a população de Águas Lindas de Goiás, é o presente para esclarecer que chegou ao conhecimento desta Presidência que circulam nas redes sociais alguns demonstrativos de gastos da Câmara Municipal de Águas Lindas de Goiás do ano de 2019. 
Primeiramente gostaríamos de parabenizar aqueles que divulgaram os gastos, que são lícitos, e realmente estão à disposição de toda população no site da Câmara, conforme determina a lei da transparência. 
Pois bem, a primeira vista, é possível reconhecer o nome de Vereadores, Servidores efetivos e comissionados, Prestadores de Serviços e Fornecedores da Casa. Todavia, os valores ali informados se referem ao empenho anual, ou seja, o total da contratação, e não ao gasto mensal da Câmara Municipal, inclusive com impostos, e o de maior monta que é o pagamento mensal do INSS sobre a folha e prestadores de serviços. 
Contudo, isso não que dizer que, todos os valores ali constantes serão pagos, uma vez que o pagamento somente ocorrerá após a regular liquidação da despesa e a efetiva prestação do serviço. 
 Informo por fim, que as contas da Câmara Municipal são submetidas todos os meses a uma rigorosa fiscalização pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás – TCM/GO, e estando todas, até a presente data, APROVADAS, conforme demonstra o Acórdão 06023/2019 do TCM-GO.
Rogemberg da Silva Barbosa
Presidente da Câmara Municipal de Águas Lindas de Goiás






Leia o Acordão de prestação de contas da Câmara Municipal de Águas Lindas, gestão Presidente Rogemberg Barbosa.





Aprovado o aumento de duas cadeiras na próxima legislatura

Mesmo com as reclamações de uma grande parcela dos moradores sobre os gastos da casa, foi aprovada a propositura do vereador Jota Barros (PMN) e Oliveira Junior (PPS) por 13 votos favoráveis a cinco votos contra, em primeira votação da emenda à Lei Orgânica do município aumentando o número de cadeiras no Legislativo aguaslindense que aumentará de 19 para 21 vereadores.



PL 44 que reduziria os salários dos vereadores não é aprovada

O vereador Evandro do Rainha da Paz (PSB) levou a casa o projeto de lei n° 44 que reduziria o salário de cada vereador a um salário mínimo por sessão, com o limite de cinco sessões ordinárias por mês. Cada vereador iria receber no máximo R$ 5.000,00 (Cinco Mil Reais) ao mês, gerando uma economia de aproximadamente 150 mil reais ao mês e 2 milhões de reais ao ano. O salário atual dos vereadores de Águas Lindas de Goiás é de R$ 12.661,12 ao mês.

O projeto de lei entrou em votação na ultima terça (12) e não foi aprovada pela maioria.
Com três votos a favor, 10 contra, uma abstenção e quatro ausências a PL 44 não foi aprovada.

O vereador Éder Nunes (PSD) votou a favor com a inclusão de uma emenda de sua autoria, que igualaria os salários dos vereadores aos professores da rede pública, aumentando o salário do professor, aumentaria o salário dos vereadores.

O vereador Aderson da Modelle (PTB) acompanhou a proposta do vereador Éder Nunes. Os demais pares foram harmônicos  em seus votos, ao coro de demagogia, referindo-se a proposta do vereador Evandro, que a mesma era de cunho eleitoreira, e que os seus salários eram usados para trabalhos sociais, e custos de translado, entre outros, a grande maioria não aprovou a PL 44.



Confira como foi a votação da PL 44

A Favor

Evandro do Rainha da Paz ( PSB)
Éder Nunes (PSD) com emenda
Aderson da Modelle (PTB) com emenda

Contra

Aluísio da Artec (PSC)
Everaldo  PTC Veículos (PTC)
Enfermeira Neide (PSD)
Luis de Aquino (Sem partido)
Natália (PSDB)
Osmar Resende (Republicanos)
Oliveira Júnior (PPS)
Pastor Jorge (Republicanos)
Tim da Madeireira (Democratas)
Thiago Eloy (PSD)
Vandeley Blá (PTB)

Abstenção

Rogemberg Barbosa (Republicanos). O presidente goza da prerrogativa de votar apenas em situação de empate

Ausentes

Jacó do Esperança (PTC)
J. Barrros (PTN)
Professor Silvério (PV)
Professor Ulisses (PTB)

Há um ano das próximas eleições municipais o eleitor de Águas Lindas está acompanhando de perto os trabalhos da câmara municipal, as ações e decisões dos seus representantes.  Renovação tem sido o clamor nas ruas de Águas Lindas e com certeza o pleito de 2020 será um dos mais disputados da história do município.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas