PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Motorista é indiciada por matar mãe e filha atropeladas em Goiânia

Perícia apontou que ela estava acima da velocidade permitida. Indiciada responde ao processo em liberdade.



A motorista que dirigia o carro que atropelou a grávida Meiriany Ester Luiz Cotrim, de 27 anos, e a filha Ana Vitória Luiz da Silva, de 4 anos, foi indiciada por homicídio culposo, que é quando não há a intenção de matar. Uma perícia mostrou que ela estava acima da velocidade permitida. Um vídeo mostrou o momento do acidente (veja acima).

A motorista vai continuar respondendo ao crime em liberdade. O G1 não conseguiu localizar a defesa da motorista até a última atualização dessa reportagem para comentar sobre o indiciamento.

Segundo o laudo da Polícia Técnico-Científica o excesso de velocidade causou o acidente. A velocidade máxima na Avenida Independência, local do atropelamento, é de 60 km/h, mas a mulher estava entre 94 km/h e 104 km/h e não conseguiu frear a tempo. De acordo com a Polícia Civil, a motorista agiu com imprudência.

O atropelamento aconteceu no dia 31 de dezembro do ano passado. Meiriany Ester e a filha, estavam atravessando junto com o marido e pai, Raul Rodrigues, e outra filha pequena do casal. Os dois últimos não foram atingidos. No momento do acidente, o semáforo estava verde para os carros e as vítimas atravessavam fora da faixa de pedestre. Em depoimento à polícia, a motorista disse que não se lembrava da velocidade que estava no momento do acidente.

Com informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas