PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Governo do DF planeja colocar 300 idosos em hotéis para protegê-los do coronavírus

Segundo GDF, projeto é direcionado a pessoas com risco iminente de contraírem vírus ou que vivem em moradias inadequadas. Secretaria de Justiça afirma que programa será lançado 'em breve'.





O governo do Distrito Federal (GDF) planeja colocar em hotéis 300 idosos que vivem em moradias inadequadas ou que têm risco iminente de contágio pelo novo coronavírus.

A Secretaria de Justiça e Cidadania do DF informou que trabalha nos "acertos finais", mas planeja lançar o programa "o mais breve possível". Segundo levantamento do GDF, cerca de 10,6 mil idosos moram em locais inadequados na capital.

A medida já havia sido anunciada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) em entrevista à TV Globo, na quarta-feira (1º) (veja vídeo acima). Segundo o chefe do Executivo local, a ideia é buscar os idosos em casa e levá-los aos estabelecimentos.

“Hotéis aqui de Brasília, com todo o acompanhamento, com todo o protocolo do Ministério da Saúde, protocolo também da Secretaria de Saúde. [Teriam] Acompanhamentos, atividades físicas e seriam idosos testados antes de entrar.”
População idosa no DF
A medida tem o objetivo de proteger os idosos – grupo de maior risco para o novo coronavírus – da Covid-19. De acordo com levantamento do GDF, há mais de 300 mil pessoas acima de 60 anos que vivem na capital.

Os dados apontam que, desse total, 32% moram sozinhos e 68%, acompanhados. Entre os que vivem com outras pessoas, 18% estão em habitações inadequadas. Veja quadro abaixo:



Iniciativa semelhante

A iniciativa do GDF é semelhante a uma anunciada pela prefeitura do Rio de Janeiro, em 26 de março. O Executivo municipal informou que pagará diárias de hotel até o valor de R$ 120 para abrigar idosos moradores de comunidades em hotéis da cidade.

Assim como no DF, a expectativa é que 300 quartos comecem a ser ocupados. Segundo a prefeitura do Rio de Janeiro, o abrigo nos hotéis acontecerá apenas se os idosos aceitarem o convite feito pela Secretaria de Assistência Social, o que não é obrigatório. O grupo foi escolhido após triagem realizada pela Secretaria Municipal de Saúde.

Os hotéis também foram escolhidos pela proximidade com os locais que registraram o maior risco de contaminação do novo coronavírus. Segundo a prefeitura, o acolhimento dos idosos vai contar com serviço de hotelaria, refeições diárias, rouparia e lavanderia.

Coronavírus no DF

Até o início da noite desta quinta-feira (2), o governo do DF havia registrado 377 casos do novo coronavírus na capital. São 7 a mais que o total contabilizado até a noite de quarta-feira (1º).

Por Marcos Alexandre com informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas