PLANTÃO DE NOTÍCIAS

PGR abre investigação sobre ataques ao Supremo

Toffoli pediu investigação e responsabilização penal dos manifestantes atearam fogos de artifício em direção a Corte no último sábado.




Após manifestantes atearem fogos de artifício em direção ao Supremo Tribunal Federal (STF), na noite do último sábado, 13, a Procuradoria-Geral da República (PGR) resolveu instaurar uma investigação preliminar, em resposta ao pedido do presidente da Corte, Dias Toffoli.

O desejo de Toffoli é de que haja uma responsabilização penal daqueles que deram causa direta ou indiretamente aos ataques e ameaças dirigidas ao STF.

O procurador João Paulo Lordelo, que assina a potaria que instaura a notícia fato (investigação preliminar) e assessora o procurador-geral Augusto Aras, pediu, ainda, informações a respeito das investigaçoes conduzidas pelo Ministério Público Federal a respeito dos atos ocorridos no sábado. A ideia é que tudo seja incluso no inquérito que investiga os atos antidemocráticos.

Por Geiza Peixoto com informações do jornal Opção

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Jornal Águas Lindas gerenciado pela agencia Marck Publicidade Copyright © 2018

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.
Publicado Por Jornal Águas Lindas